Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

4 de agosto de 2013

Administração Eclesiástica - Teologia 01.20 - Razões para administrar o tempo - Tempo é Vida

Administração Eclesiástica - Teologia 01.20 


II. Razões para administrar o tempo 

1) Tempo é Vida: 

o tempo é o recurso fundamental da nossa vida, a matéria prima básica de nossa atividade. 
Quando o nosso tempo termina, acaba a nossa vida. 
Não há maneiras de obter mais. 
Por isso, tempo é vida. 
Quem administra o tempo ganha vida, mesmo vivendo o mesmo tempo. Prolongar a duração de nossa vida não é algo sobre o qual tenhamos muito controle. 
Aumentar a nossa vida ganhando tempo dentro da duração que ela tem é algo, porém, que está ao alcance de todos. 
O tempo é um recurso não renovável e perecível. 
Quando o tempo acaba, ele acaba mesmo. 
E o tempo não usado não pode ser estocado para ser usado no futuro. 
O tempo não é como riquezas, que podem ser acumuladas para uso posterior. 
Quem não administra o seu tempo joga sua vida fora, porque um dia só pode ser vivido uma vez. Se o tempo de um dia não for usado sabiamente, não há como aproveita-lo no dia seguinte. 
Amanhã será sempre um novo dia e o hoje perdido terá sido perdido para sempre. 
Mas o tempo, embora não renovável e perecível, é um recurso democraticamente distribuído. 
A capacidade mental, a habilidade, a inteligência, as características físicas são muito desigualmente distribuídas entre as pessoas. 
O tempo, porém, enquanto estamos vivos, é distribuído igualmente para todos. 
O dia tem 24 horas tanto para o mais alto executivo como para o mais pobre desempregado. 
Todos recebemos 24 horas de tempo por dia. 
Na verdade, temos todo o tempo que existe: não existe tempo que alguém possa guardar para si, em detrimento dos outros. Alguém pode roubar meu dinheiro, os objetos que possuo. 
Mas ninguém consegue roubar meu tempo: outra pessoa só conseguir determinar como eu vou usar meu tempo se eu o consentir. 
 Se é assim, devemos nos perguntar por que alguns produzem tanto com o tempo de que dispõem e outros não conseguem produzir nada no mesmo tempo. 
 Não é que os últimos não façam nada (não são daqueles que se levantam mais cedo apenas para ter mais tempo para não fazer nada): às vezes são ocupadíssimos, e, no entanto, pouco ou mesmo nada produzem. 
 A explicação está no seguinte: o importante é o que fazemos com nosso tempo. 

Perdeu a Leitura ,Volte uns capítulos 

II. Razões para administrar o tempo 




Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA

Reações:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...