Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

5 de agosto de 2013

Angeologia - Teologia 02.47 - O Anjo do Senhor - Sua Identidade - Tarefas Realizadas - Seus Aparecimentos

Angelogia - Teologia 02.47
 
O Anjo do Senhor

Uma designação especial no Antigo Testamento é “O ANJO DO SENHOR”. Podemos ler 60 ocorrências no Antigo Testamento, onde sua aparição e autoridade o classifica de forma especial (Gn 16.11; 16.13; 18.2; 18.13-33; 22.11-18; 24.7; 31.11-13; 32.24-30; Êx.3.2-6; Jz.2.1; 6.11-14; 13.21,22). 

Sua Identidade 

Existem aqueles que acreditam que era simplesmente um anjo em missão especial representando Jeová

a) Esta identificação fala de Jesus um anjo, que se assemelha à doutrina mulçumana, mórmon e outras.

b) Jesus tinha um anjo especial a quem chamava de “Meu anjo”, enviado para “testificar acerca destas coisas” descrito em Ap 22.16. Então Deus também poderia fazer uso de um anjo para missões especiais ou comissioná-lo para tal.

c) Em Mateus o anjo que aparece a Zacarias e Maria é chamado “O Anjo do Senhor’ (Kurios), depois identificado como Gabriel. “Kurios” é a palavra grega equivalente a Jeová, de acordo com o dicionário expositivo de Vine. Como “Anjo do Senhor” Gabriel tinha autoridade de agir e falar pelo Senhor, como já vimos.

d) O Teólogo Hicks observa que as Escrituras ocasionalmente atribuem as palavras de um anjo a Deus mesmo quando ele não é um anjo de Jeová. Isso não deveria causar problemas, porque se um anjo de Jeová é Deus ou o Seu anjo, ainda assim representa Deus intervindo diretamente na vida dos homens.

Há vários argumentos que afirmam ser uma teofania da segunda pessoa da Trindade (Cristofania). Dentre eles alistamos:

a) A linguagem, malak yaweh, é um título singular e peculiar mostrando que esse personagem era mais do que um anjo.

b) No Antigo Testamento, ele é consistentemente apresentado como Jeová: O anjo apareceu, mas Deus, ou o Senhor, falou.

c) As promessas ou orientações dadas por este ser são tais que somente Deus poderia ter assim dado.

d) Este anjo, identificado como Jeová, apesar de tudo é apresentado de forma distinta de Jeová e clama por Jeová. Portanto, este anjo parece ser uma Cristofania, ou pré-encarnação do Filho de Deus, Jesus Cristo.

e) Quando o Anjo do Senhor apareceu a Josué, diz a Palavra do Senhor que ele Josué) “...se prostrou sobre o seu rosto na terra, e O adorou, e disse-lhE: Que diz meu Senhor ao seu servo?”(Js 5.1). Se o Anjo do Senhor não fosse o próprio Senhor (o Senhor Jesus), o anjo (caso fosse simplesmente “um anjo”) teria proibido a Josué de adorá-lo, como ocorreu em Ap 19.10 e Ap 22.8,9.

f) Em Jz 2.1, o Anjo do Senhor diz: Do Egito Eu vos fiz subir, e Eu vos trouxe à terra que a vossos pais Eu tinha jurado, e Eu disse: Eu nunca invalidarei o meu concerto convosco (o grifo nos pronomes é nosso). Comparada esta passagem com outras que descrevem o mesmo evento, verifica-se que eram atos do Senhor, o Deus do concerto israelita. Foi Ele quem jurou a Abraão, a Isaque e a Jacó que aos seus descendentes daria a terra de Canaã (Gn 13.14-17; 17.8). Jurou que esse concerto seria eterno. Ele tirou os israelitas do Egito (Êx 20.1,2) e Ele os levou à terra prometida (Js 1.1,2).

g) Embora concordemos com o fato de que existem controvérsias a respeito desta passagem de Jz 13.18, reputamos a mesma como factual e elucidativa. Quando Manoá, pergunta ao Anjo do Senhor, o Seu nome, Ele responde: “...porque perguntas assim pelo meu nome, visto que é maravilhoso”? Uma comparação desta resposta com a passagem de Is 9.6 demonstra que o Anjo do Senhor que apareceu a Manoá é o Menino de quem nos Isaías se refere. Isto é, o Anjo do Senhor, cujo nome é Maravilhoso.

h) Outra prova escriturística que apresentamos, é que no contexto neotestamentário, a Bíblia deixa de utilizar-se do termo “o Anjo do Senhor” como pessoa específica. Isto é demonstrado pelo fato de que o artigo definido masculino singular “o” deixa de ser utilizado, sendo substituído pelo artigo indefinido “um”. Alguns exemplos disto são os textos de Lc 1.11; At 12.7 e At 12.23, dentre muitos outros. Infelizmente, nem todas as ocorrências no Novo Testamento, na versão ARC, aonde deveria ocorrer a expressão “um” anjo do Senhor, acontece. Em vez disso, se encontra o termo “o” anjo do Senhor. Fato que foi corrigido na versão ARA, nos textos citados e em outros correlatos.

Esta substituição na ARA possui um grande significado. Pois no contexto do Novo Testamento, contemporâneo ou posterior à encarnação, as manifestações angelicais não eram do Anjo do Senhor, mas meramente de um de Seus anjos, pois o Anjo do Senhor já havia sido manifestado na carne (1Tm 3.16). 

Tarefas Realizadas

a) Mensagens ao povo do Senhor (Gn 22.15-18);

b) suprir necessidades do povo do Senhor (1Rs 19.5-7);

c) proteger o povo de Deus do perigo (Êx 14.19);

d) ocasionalmente destruir os inimigos de Jeová (Êx 23.23);

e) punia os rebeldes (2Sm 24.16,17). 

Seus Aparecimentos

a) Seu primeiro aparecimento foi à escrava egípcia, Hagar a fim de lhe socorrer e foi identificado como sendo “O Anjo do Senhor” (Gn 16.7-12);

b) a pessoa de Abraão (Gn 22.11,15);

c) a Jacó (Gn 31.11-13);

d) a Moisés (Êx 3.2). Ainda mais explicitamente, o anjo do Senhor que apareceu a Moisés na sarça ardente disse, em linguagem bem clara: “Eu sou o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó” (Êx 3.6);

e) a todos os israelitas durante o êxodo (Êx 14.19);

f) mais tarde em Boquim (Jz 2.1,4);

g) a Balaão (Nm 22.22-36);

h) a Josué (Js 5.13-15, onde o príncipe do exército do SENHOR é mais provavelmente o Anjo do SENHOR); Josué prostrou-se e o adorou (Js 5.14). Esta atitude tem levado muitos a crerem que esse anjo era uma manifestação do próprio Senhor Deus; do contrário, o anjo teria proibido Josué de adorá-lo (Ap 19.10; 22.8,9);

i) a Gideão (Jz 6.11);

j) a Davi (1Cr 21.16);

k) a Elias (2Rs 1.3-4);

l) a Daniel (Dn 6.22).






Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA
.



Reações:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...