Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

29 de agosto de 2013

Fundamentalismo - Teologia 24.01 - Propósito do Estudo

Fundamentalismo - Teologia 24.01


PROPÓSITO DESTE ESTUDO:

1. Criar um discernimento espiritual crítico capaz de destinguir entre Verdade e Falsidade, entre Cristianismo Autêntico, Teocêntrico, Vivo e Redentor, e Cristianismo Adulterado, Contextualizado antropocentricamente [tendo o homem e a cultura como o centro e ponto de partida], Mistificado, Ecumenizado e Sincretizado, portanto, falso. E para que, alcançando maturidade na vida, no serviço cristãos, como também, unidade na fé genuína, não se deixem levar por todo o vento de doutrina, pelo contrário, a identifiquem e denunciem. (I Jo.2:21; 4:1-6; Mt. 7:15,21-23; Ef. 4:13-15; 5:11).

2. Exortar cada crente fiel a Cristo e à Bíblia a"...batalhardes pela fé diligentemente pela fé que uma vez por todas foi entregue aos santos" (Jud.3). A vida cristão não é uma praia de lazer e relaxamento, mas, sim, um campo de batalha em constante tensão com os poderes das trevas, liderado pelo pai da mentira;

3. Mostrar que a FÉ a ser defendida é todo o conjunto de DOUTRINAS e ENSINOS BÍBLICOS, que é algo COMPLETO E UMA VEZ POR TODAS REVELADO para orientar a caminhada da igreja nesta dispensação antes do arrebatamento. De modo que, não é preciso buscarmos novas doutrinas e revelações via experiências místicas-carismáticas, e nem nos apegarmos a apenas uma parte desta fé. (Gl.1:9,9; Ap.22:18-20)

4. Mostrar que os perigos contra o verdadeiro evangelho e a igreja produto dele, é o ataque tanto de fora [o perigo externo: o mundo descrente], quanto de dentro [o perigo interno: os falsos mentres e falsos profetas que si dizem "crentes"]. Fica claro pelo estudo da história da igreja, que os mais destrutivos inimigos da fé cristã verdadeira, foram pessoas que surgiram dentro própria das igrejas cristãs (At. 20:28-30; II Tm. 2:15-19)

5. Mostrar que os VERDADEIROS CRENTES, não são aqueles que em nome da união e comunhão cristã sacrificam doutrinas bíblicas [fazendo separação arbitrária entre o que é relevante e o que não é importante na sã doutrina bíblica]. Os CRENTES VERDADEIROS são semelhantes aos antigos ANABATISTAS, que o historiador eclesiástico EARLE E. CAIRNS diz que eles por causa de sua fidelidade ao que criam: "foram cruelmente vitimados, tanto pelos protestantes como pelos Católicos Romanos. Eles foram forçados a pular para a morte, de penhascos, e foram afogados, queimados e enforcados". Isto, se chama SER COERENTE COM A FÉ, e somente os crentes fiéis podem sê-lo (Hb. 11:36-40).

6. Mostrar que nem todos que são inimigos da fé cristã fundamentalista, negam as doutrinas fundamentais, alguns chegam a té a ensiná-las, além disso, alguns deles parecem ser crentes sinceros, santos, esforçados no evangelismo, mas que não estão interessados em defender as doutrinas fundamentais da Bíblia, nem estão prontos a se separar dos que negam tais fundamentos. Estes indivíduos, talvez até sejam realmente crentes salvos [só Deus o sabe], porém eles representam, a falta de compromisso com a genuína fé cristã, o afrouxamento nas convicções cristãs, a rendição e deposição de armas diante do inimigo; um incentivo ao crescimento livre da apostasia, pois toda neutralidade no campo da luta contra as artes e artimanhas das hostes do mal, torna-se de fato uma colaboração com o mal. Estes indivíduos "neutros" e que ainda querem dialogar com o mal [os apóstatas], depois de repetidas vezes advertidos devem ser excluídos de nossa comunhão, segundo nos ordena a Bíblia. [Quanto a neutralidade veja: Tg. 5:12; Mt. 5:37; [veja a repreensão de Deus a Josafá por colaborar com o infiel rei de Israel Acabe. II Cron. 19:2]; Esdras 4:1-4 [veja a atitude que crentes fiéis tomam quanto a trabalhos conjuntos com os infiéis: Esdras 4:1-4].

7. Mostrar que discernir entre verdade e erro, lobo e cordeiro, verdadeiro profeta e falso profeta, mestre verdadeiro, e falso mestre, ensino de Deus e ensino de demônios, não é tarefa fácil, tudo isso pode se apresentar exteriormente de modo muitíssimo semelhante, com uma sutileza satânica tão enganosa, capaz de enganar o mais experiente dos fundamentalistas, que abaixou a guarda e começou a descuidar de sua espiritualidade pessoal. É exigido um constante exercício das faculdades espirituais, em prol do próprio crescimento no conhecimento da Palavra de Deus, numa constante busca de um conhecimento real e pessoal de Deus através de todos os meios que a graça coloca a disposição do cristão, numa percepção crescente do valor supremo e preeminente de Cristo, num despojamento constante do "Eu malvado e egocentrizado", no cultivo incessante da humilde, numa constante atitude de servo, totalmente dependente da vontade de Deus, com o propósito inegociável de fazer tudo para agradar a Deus e glorificá-lo para sempre. Apresentando sempre, frutos dignos de arrependimento, e frutos evidentes de uma vida de labor no reino em prol das almas perdidas, num constante discipular das almas novas convertidas. /ainda, não gastar todo o nosso tempo na luta e descuidar de cultivar a seara do Senhor, que é a razão de estarmos lutando [proteger a semente que vai ser semeada, e ao mesmo tempo semea-la e depois colher os frutos quando surgirem. Somos igualmente responsáveis de defender a igreja e ao mesmo tempo edificá-la. Nos separarmos do mundo e ao mesmo tempo ganhá-lo para Cristo] (Mt.7:15, 21,23; 13:3-8,19-23, 24--30, 36-43; 24:24; II Cor. 11:2-4, 13-15; Apoc. 22:11-12). 


Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA
.

Reações:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...