Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

24 de dezembro de 2014

Epistolas Paulinas - Teologia 16.109 - Segundo Que Promessa?

Epistolas Paulinas - Teologia 16.109


Segundo que promessa? – 

A promessa feita aos pais, de que Abraão e sua semente herdariam a Terra. De acordo com os cômputos   humanos, já passou muito tempo desde que a promessa foi feita, porém, “não retarda o Senhor a Sua promessa...” Não se passou   tanto tempo desde que Ele a fez, como se a houvesse esquecido, já que para o Senhor “um dia é como mil anos, e mil anos, como um   dia”  A  razão  por  que  é  esperada  por  tanto  tempo  é  que  Ele  não  quer  que  ninguém  se  perca,  mas  que  todos  cheguem  ao   arrependimento.  

            Assim vemos que temos nessa promessa um interesse tão grande como o que o próprio Abraão teria. Ela ainda está em vigência,   aberta  à  aceitação  de  todos.  Abarca  toda  a  vida  eterna  de  justiça  na  Terra  renovada,  tal  como  era  no  princípio.  A  esperança  da   promessa de Deus aos pais era a esperança da vinda do Senhor para ressuscitar os mortos, concedendo assim a herança.   

            Cristo esteve aqui na Terra. Naquela ocasião Ele não tinha mais herança do que Abraão possuiu. Não tinha nem mesmo onde   recostar a cabeça. Deus está agora enviando Seu Espírito Santo a fim de selar os crentes para a herança, o mesmo que fez com Abraão.   Então Deus enviará: “o Cristo, que já vos foi designado, Jesus, ao qual é necessário que o Céu receba até aos tempos da restauração   de todas as coisas, de que Deus falou por boca dos Seus santos profetas desde a antiguidade”. (Atos 3:20 e 21)

            Vimos o que Abraão descobriu e de que maneira o descobriu. Vimos também o que Deus nos prometeu, como o fez a Abraão, se   crermos   em  Sua  Palavra.  Deus  prometeu  a  todo  aquele  que  nEle  crê  nada  menos  que  libertação  do  mundo.  Não  se  trata  de  algo arbitrário. Não é que Deus nos disse que se crermos em certas declarações e dogmas, Ele nos concederá em troca a herança eterna.   Essa herança é um legado de justiça, e posto que a fé significa receber a vida de  Cristo no coração, juntamente com Sua justiça, é   evidente que não há outra maneira de receber a herança. Isso se faz mais evidente ao prestarmos atenção a certa expressão do verso   15, que antes não havíamos considerado: “a lei opera a ira”

            Aquele que crê poder obter a justiça a partir da lei está pondo sua confiança naquilo que o destruirá. Deus prometeu uma terra   em herança para todo àquela pessoa que o aceite em suas devidas condições, isto é, que aceita a justiça que vem com ela, uma vez   que dita justiça é precisamente a característica da terra. “... Novos céus e nova terra, nos quais habita justiça” Porém, essa justiça   pode ser encontrada unicamente na vida de Deus manifestada em Cristo. 

            Aquele que pensa que pode, por si mesmo, obter justiça a partir da lei, em realidade está tentando substituir a justiça de Deus   pela sua própria. Está tratando de conseguir a terra de forma fraudulenta. Portanto, quando comparecer ante o tribunal do juízo para   reclamar seus direitos de propriedade sobre a terra, descobre que há uma acusação criminal contra ele e encontra “ira” em lugar de   bênção.  

A Grande Satisfação de Crer na Promessa. Romanos  4:16-25

16  Essa é a razão por que provém da fé, para que seja segundo a graça, a fim de que seja firme a promessa para toda a descendência,   não somente ao que está no regime da lei, mas também ao que é da fé que teve Abraão (porque Abraão é pai de todos nós),

17 como está escrito: Por pai de muitas nações te constituí.), perante aquele no qual creu, o Deus que vivifica os mortos e chama à   existência as coisas que não existem.

18   Abraão,  esperando  contra  a  esperança,  creu,  para  vir  a  ser  pai  de  muitas  nações,  segundo  lhe  fora  dito:  Assim  será  a  tua   descendência.

19  E, sem enfraquecer na fé, embora levasse em conta o seu próprio corpo amortecido, sendo já de cem anos, e a idade avançada de   Sara,
20 Não duvidou, por incredulidade, da promessa de Deus; mas, pela fé, se fortaleceu, dando glória a Deus,   21  estando plenamente convicto de que ele era poderoso para cumprir o que prometera.   22  Pelo que isso lhe foi também imputado para justiça.   23 E não somente por causa dele está escrito que lhe foi levado em conta,

24  mas também por nossa causa, posto que a nós igualmente nos será imputado, a saber, a nós que cremos naquele que ressuscitou   dentre os mortos a Jesus, nosso Senhor,

25  o qual foi entregue por causa das nossas transgressões e ressuscitou por causa da nossa justificação.

            “Seja firme a promessa para toda a descendência” – Visto que a herança é mediante a justiça pela fé, resulta igualmente segura   para toda a semente e ao alcance de todos. A fé concede a todos a mesma oportunidade, uma vez que ela é tão fácil para uma pessoa   como para  outra qualquer. Deus repartiu a cada um “a medida de fé”, a mesma medida para todos, já  que a medida da graça é a   medida da fé, “e a graça foi concedida a cada um de nós segundo a proporção do dom de Cristo”. (Efésios 4:7). Cristo entregou-Se   sem reservas a todo homem (Hebreus 2:9). Por que foi dada a mesma medida de fé e de graça a todo homem, todos têm a mesma   oportunidade de entrar na herança.   

Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA





Reações:

0 Comentários :

Postar um comentário

Deus abençoe seu Comentario

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...