Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

29 de janeiro de 2015

Escatologia - Teologia 17.108 - Gogue Príncipe de Magogue

Escatologia - Teologia 17.108


11.1.1-  Gogue príncipe de Magogue

Gogue será o líder das forças do norte, este não se trata de Gogue filho de Semaías, mas um nome simbólico. O que realmente nos importa é quanto a   sua terra, e esta é chamada Magogue, formada por Rôs, Meseque e Tubal.


Magogue é o segundo filho de Jafé, neto de Noé (Gn 10:2), com a distribuição das terras, cada um dos filhos de Noé juntamente com suas famílias,   povoaram cada região da terra. Magogue, foi para a região da Caucásia, esta que é uma:


Região que se localiza no extremo sudeste da Europa, entre o mar Negro e o mar Cáspio, divide-se em duas regiões pela cordilheira do Cáucaso. A   zona norte, situada no interior da Federação Russa e conhecida como Cáucaso,(...) A parte mais meridional e extensa, Transcaucásia,(...). Essa região   compreende a Geórgia, Armênia e o Azerbaijão.


A Caucásia é conhecida como o “berço da raça branca”, portanto, Magogue é a raiz dos Caucasóides, que é uma classificação, em termos de raças   humanas, aos povos de pele, olhos e cabelos claros.

Desde  a  antiguidade  estes  povos  eram  chamados  de  citas.  Flávio  Josefo,  historiador  do  século  I,  identifica  os  descendentes  de  Jafé  como  sendo  a   origem dos Citas, Gregos e Romanos (é claro que estes povos se dividiram e hoje compreendem até certo ponto, os latinos). Josefo indica Magogue como o   pai da raça Cita “Magogue fundou a (colônia) dos Magogianos a que eles (os gregos) chamam de citas” (Primeiro livro Cap 6:18). A Enciclopédia Encarta   define assim os Citas:


Cita, nome dado pelos escritores gregos clássicos a um grupo de tribos nômades que ocuparam a Europa central e a Ásia durante o século VIII a.C.

Esta denominação abrange os habitantes da zona de Cítia, ao norte do mar Negro, entre os Cárpatos e o rio Don, no que são atualmente a Moldávia, a

Ucrânia, o leste da Rússia, e todas as tribos nômades que habitaram as estepes entre a Hungria e as montanhas do Turquestão.  

Gogue é o príncipe desta região, que é formada a, principio, por três territórios, Rôs, Meseque e Tubal.

Ao iniciarmos o reconhecimento de cada um deles nos deparamos com um problema que é o fato de muitas versões omitirem o território de “Rôs”,   traduzindo este termo por “chefe”, portanto se faz necessário averiguarmos essa tradução antes de continuarmos.

Rôs vem da palavra hebraica ro’sh (var), e significa: cabeça, topo, cume, parte superior, chefe, total, soma, altura, fronte, começo (Strong). De um modo   geral é traduzido por cabeça em seu sentido literal (Gn 3:15; 40:16), outra vezes é traduzido por cume ou topo de um monte, torre ou escada (Nm 14:40; Gn   11:4;  gn  28:12),  também  é  traduzida  por  capitão  no  sentido  de  chefe  (Nm  14:4;  Ex  6:14).  Seu  sentido  é  abrangente.  No  texto  de  Ezequiel  38:2,   várias   traduções empregam a Ro’sh, o sentido de chefe “Gogue, terra de Magogue, príncipe e chefe de Meseque e de Tubal,” (RC), a tradução na linguagem de Hoje   diz “Gogue, o principal governador das nações de Meseque e Tubal, na terra de Magogue.”.


Estas  traduções  estariam  corretas  se,  neste  caso,  “ro’sh”  fosse  um  substantivo,  assim  como  é  apresentado  em  outras  referências,  no  entanto  o   contexto do versículo como também a oração em hebraico não permitem que seja dessa forma, obrigando “ro’sh” a ser um nome próprio. Isso pode ser visto   através de seu precedente, nasiy’ que significa: pessoa elevada, chefe, príncipe, capitão, líder; ou seja, Ro’sh quando usado no sentido de chefe, príncipe ou   capitão,  torna-se  sinônimo  de  nasiy’,  o  que  torna  ro’sh,  enquanto  substantivo,  totalmente  desnecessário,  até  porque  príncipe  no  hebraico  tem  sentido   completo  e  suficiente  para  qualificar  Gogue  como  príncipe,  chefe,  líder  etc.  O  fato  de  ro’sh  ser  seguido  Meseque  e  Tubal,  torna  mais  convincente  sua   tradução como nome próprio que como algumas Bíblias apresentam. A Septuaginta (versão grega do Velho Testamento Séc.III a.C.) traduz ro’sh como nome   próprio, pois a oração em grego não permite ser de outra maneira, já que príncipe no grego archon, tem o mesmo significado que no hebraico.

Algo que marca ro’sh como sendo a “cidade cabeça ou chefe”, pode ser o fato dela ser um tipo de capital ou metrópole da terra de Magogue. De   qualquer maneira este nome pode ser, inicialmente um adjetivo que veio a ser definitivamente um nome próprio da “cidade”.

Resolvido este problema, nos resta saber quem são, atualmente estas cidades. O que sabemos a respeito da terra de Magogue é que fica na região da   Rússia e adjacências. Desde o século XVI , os intérpretes da palavra de Deus ligam Rôs à Rússia, e esta interpretação tem permanecido firme e sustentável até   hoje.  

Meseque  é  a  segunda  “cidade”  que  faz  parte  do  território  magogiano.  Este  nome  veio  de  Meshek  (Kvm),  (transliterado  para  o  português  como   Meseque) sexto filho de  Jafé.  

A  descendência  de  Jafé,  como  já  visto,  foi  a  que  deu  origem  aos  citas,  como  também  outros  povos  daquela  região,  dessa  forma,  Meseque  é   considerado como o que deu origem aos russos.

A  descendência  de  Meseque  se  dirigiu  à  região  que  fica  entre  o  mar  Negro  e  o  Cáspio,  e  ali  foram  chamados  de  “Moschi”.  Mais  tarde,  durante  o   período  de  domínio  Babilônico  e  Persa  na  Ásia  ocidental,  boa  parte  deles  cruzaram  o  Cáucaso,  espalhando-se  pela  região  mais  ao  Norte,  onde  foram   conhecidos como “Muscovs”, uma forma primitiva de Moscou, atual capital Russa. Em inscrições assírias são mencionados como “Muski”.


Tubal,  irmão  de  Meseque,  quinto  filho  de  Jafé.  Tubal  sempre  é  visto,  nas  Escrituras,  juntamente  com  Meseque  (Gn  10:2;  1  Cr  1:5;),  ambos  eram   mercadores de escravos; sua fama era de serem um povo cruel que traziam destruição onde passavam (Ez 27:13; 32:26), o que vem confirmar o motivo da ira   de Deus contra eles.

Tubal é mencionado em documentos assírios como sendo os “Tibareni”, o historiador grego, Heródoto (484?-425 a.C.), também dá o mesmo nome   aos descendentes de Tubal. Este povo vivia também na região do Cáucaso, e hoje seu nome é Tobolsk, cidade Siberiana, que é a parte oriental da região   asiática Russa.

Concluímos que a terra de Magogue trata-se do território, hoje conhecido como Federação Russa. Meseque é Moscou e Tubal é Tobolsk.  

Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA

Reações:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...