Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

9 de janeiro de 2015

Crônicas - O Dia dos Pais

 O Dia dos Pais


Agosto. Dia dos Pais. Legal...
Sou pai e, sabendo-me tal, espero reconhecimento neste dia.
Reconhecimento, sem modéstia, significa presente. E dos bons. Abaixo pares de meia, lenços e mensagens gravadas (coisa brega!!). Lembrancinhas...tô fora!!!
Já ouviram falar da Nike, Levis e outras marcas que magicamente conseguem materializar o amor filial?
Recado dado, vamos ao que interessa.
Os pais de hoje são muito melhores que os pais de três ou quatro décadas atrás...eu garanto!
Calma vovôs...eu explico...
É  muito comum nos dias atuais notar a evolução da paternidade em todos os aspectos.
Mesmo trabalhando em jornadas absurdas, em locais distantes e horários diversos, não é raro encontrar os papais nos consultórios, nos portões das escolas e postos de vacinação carregando bolsas e sacolas, felizes por conseguirem participar mais ativamente da vidinha de seus filhos.
Preparam papinhas elaboradas, fervem um Miojo (fazer o que?) na boa...
Trocar fraldas com suas fitas adesivas, encaixar o bebê em um “body” ou montar um carrinho? Para nós moleza...ou alguém duvida que um pai dos anos 70 precisaria fazer um curso na NASA para realizar uma ou duas dessas atividades?
Mas o fundamental é que aprendemos a dar e receber amor. Melhor ainda...falamos de amor, temos beijo, abraços e um colo excessivamente confortável.
Somos fortes, bem humorados, às vezes bobos...Nossos filhos não acreditam que homem não chora. Muitos já nos viram chorar. Para eles será mais fácil...
As meninas têm um pai apaixonado, ciumento, que pede beijo...que dá banho...que diz que está carente.
Em suma, estamos preparando gente melhor. Que amará melhor, que escolherá melhor e,  se todos evoluímos, que belo mundo novo nos espera...
Estas linhas não têm a menor pretensão de desqualificar os pais mais antigos. Esses amavam à sua maneira, em silêncio, entre resmungos, à distância. Tempos idos.
E, ainda hoje, há exceções...mas esses não cabem nesta crônica.
Já ia me esquecendo. Elas, nossas parceiras. Cresceram, evoluíram sem a sombra da submissão. Seguram ondas pesadíssimas, racham orçamentos, encaram duas jornadas de trabalho e inconscientemente nos fazem pais melhores. Valeu mesmo!!!
Mas mudando de assunto...nada de lembrancinhas no segundo domingo de agosto.

Que o Santo Espirito do Senhor, Ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 

APENAS DIVULGA










Reações:

0 Comentários :

Postar um comentário

Deus abençoe seu Comentario

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...