Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

27 de abril de 2016

Estudo da Fé - Teologia 19.180 - Vivendo Sob a Proteção de Deus Pela Fé

Estudo da Fé - Teologia 19.180

Vivendo Sob a Proteção de Deus Pela Fé

Em 1952, estávamos planejando uma campanha de reavivamento de pavilhão em Clóvis, Novo México.
Mencionei a minha mãe a viagem que faríamos. Ela me pediu para ser cuidadoso na estrada por causa dos acidentes que ocorriam todos os dias.
Ela disse que enquanto viajava, ficava acordada a noite inteira, orando por mim, com medo de receber um telefonema notificando-a de que eu sofrerá um desastre.
Disse-lhe que se ela tivesse orado com fé, teria ido dormir (tive que contar a verdade a minha própria mãe, assim como faço com qualquer pessoa).
Ela disse: "Filho, sei que você tem fé. Eu pessoalmen­te nunca tive muita fé". Embora freqüentasse uma igreja do Evangelho Pleno, ela falava de tal maneira que aca­bava se colocando fora das bênçãos de Deus.
Ela disse que sabia que eu devia orar durante todos os minutos que passava na estrada.
Disse-lhe que nunca fiz assim. Nem mesmo orava para que Deus estivesse comigo.
Ela disse: "O que o leva a falar assim? O que mexeu com você?"

Disse-lhe: "Nada, senão a Palavra". Lembrei-lhe que Jesus dissera:... De maneira alguma te deixarei, nunca jamais te abandonarei (Hb 13.5).

Ela queria que eu orasse a todo o tempo para que Deus estivesse comigo.
Disse-lhe que não precisava viajar implorando a Je­sus para que estivesse comigo.
Sempre começo uma viagem dizendo: "Pai Celestial, estou muito agradecido por Sua Palavra. Estou muito contente porque Jesus está comigo.

O Salmo 34.7 diz: O anjo do Senlíor acampa-se ao redor dos que o temem, e os livra. Disse a minha mãe que os anjos estão sempre comigo. Além disso, o Espí­rito Santo está em mim, assim posso ir cantando e me regozijando.

Deus já me disse que nenhum mal me sucederá (SI 91.10). Em outra versão lemos: "Nenhum acidente te acontecerá".
Então minha mãe perguntou para que lugar iria. Res­pondi-lhe que iria para Clóvis, no Novo México. Quando ouviu isso, disse: "Filho, você não irá com sua esposa e filhos, vai?".
Naquela época a vacina contra pólio ainda não tinha sido desenvolvida, e minha mãe ouvira no rádio que havia uma epidemia de pólio naquela cidade. Ela disse que se piorasse teriam que fechar todos os teatros, e que todas as piscinas já estavam fechadas.
Disse a minha mãe que a reunião estava agendada e que por isso iríamos, e que nenhum dos meus filhos teria pólio. Disse-lhe que quando meus filhos nasceram, os tinha "vacinado" com o Salmo 91.
Glória a Deus pelas vacinas, mas elas nem sempre funcionam. Mas conheço algo que funciona cem por cento do tempo.

O Salmo 91.10 diz: Nenhum mal te sucederá, praga nenhuma chegará à tua tenda.

Disse a minha mãe que a pólio era uma praga; por­tanto, meus filhos nunca a teriam. Ela disse que conhe­cia um pregador que era um bom homem cujo filho teve pólio. Eu disse que tinha que crer na Bíblia e que não podia andar pelas experiências dos outros. Além disso, talvez o pregador não conhecesse plenamente os ensi­nos da Bíblia. Talvez não soubesse como se apropriar das promessas de Deus. Disse-lhe que nenhum dos meus filhos teria pólio.
E nunca tiveram. De fato, tudo o que gastei com despesas médicas com meus filhos foi US$ 37,50. Quando Ken nasceu, o médico me cobrou US$ 25, e quando Pat nasceu, o outro médico cobrou-me US$ 12,50.


Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA
.

Reações:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...