Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

28 de outubro de 2016

Fundamentalismo - Teologia 24.27 - As Possiveis Soluções Para a Comunicação Trans-Cultural

Fundamentalismo - Teologia 24.27

* AS POSSÍVEIS SOLUÇÕES PARA A COMUNICAÇÃO TRANS-CULTURAL
1. NUNCA ABRIR MÃO DOS PRESSUPOSTOS CRISTÃO-BÍBLICOS EM FAVOR DE ELE. . . MENTOS CULTURAIS.

a) Quanto a DEUS

Deve ser mostrado o Deus da Bíblia sem retorques ou maquiagens, na esperança de que o Espírito Santo convencerá a o ouvinte da diferença entre o seu Deus e o Deus da Bíblia.

b) Quanto a VERDADE:

Deve-se ajudar a pessoa a ver a questão do conceito de verdade e levá-la a perceber que Toda Verdade é a Verdade de Deus, Pois o próprio Deus é a Verdade e somente Ele poderia comunicá-la ao homem com perfeita fidedignidade, e Ele o fez nas páginas da Bíblia. Esta verdade se expressa em conceitos ABSOLUTOS, numa linha de pensamento horizontal de CAUSA e EFEITO, cujos resultados são garantidos pelo próprio Deus da Verdade. Por exemplo: roubar é sempre um erro, ser honesto é sempre certo, independente se uma cultura acha certo ou errado roubar. Deus garantir que o ladrão sempre se dará mal, embora pareça que não. Se o ouvinte não concordar sobre o conceito de verdades, será difícil evangelizá-lo.

c) Quanto a BÍBLIA:

É necessário ajudar o ouvinte a entender a AUTORIDADE ABSOLUTA da BÍBLIA. Dá evidências que mostrem que ela é a perfeita expressão da VERDADE de Deus na terra, e que por ser A PALAVRA DE DEUS é INERRANTE E INFALÍVEL, ÚNICO TRIBUNAL que define finalmente toda questão sobre fé e prática. Se o ouvinte não aceita a Bíblia como AUTORIDADE FINAL em questões religiosas, será difícil evangelizá-lo.

d) Quanto ao HOMEM:

É preciso fazê-lo entender a QUEDA e suas conseqüências. Que o homem foi criado inocente e livre, mas mediante UMA QUEDA REAL, em que ficou com uma natureza pecaminosa tão corrupta e corruptora, que corrompe todas as coisas, até as suas melhores obras, estão maculadas pelo mal, dai serem "trapos da imundícia".

Como a CULTURA HUMANA é criada pelo homem caído e escravizado ao demônio, toda cultura humana, em todo lugar e em todo tempo é corrompida pelo mal e pelos poderes supra-culturais satânicos. De modo que quem trabalha com a cultura humana, trabalha com um esquema secular corrupto e maligno. Paulo nos adverte para "Não nos conformamos [assumir a forma ou o esquema] deste século [ou cultura] (RM.12:2). Ainda, Paulo, nos chama a atenção, que o "homem natural", [não nascido de novo pela operação do Espírito Santo], para quem devemos pregar o evangelho, "...Não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura; e não pode entendê-las porque elas se discernem espiritualmente" (I Cor. 2:14). Por este texto, percebemos que por mais que contextualizemos o evangelho, se o fizermos de um modo espiritual ["coisas do Espírito"], mesmo assim, o "homem natural" não conseguirá aceitá-lo e nem mesmo entendê-lo. Se fizermos uma contextualização não espiritual do evangelho, o Espírito Santo, não tomará parte nisso, e sem o Espírito Santo não há verdadeira conversão.

Talvez, seja por isso, que estas igrejas que pregam um "evangelho contextualizado e secularizado", através de música mundana [samba, rock, e outros bichos], danças, roupas, e jeito do mundo fazer as coisas, logo crescem o seu rol de membros, porém, são elas mesmas, que enchem o mundo e o Brasil de crentes "professos" [que já fizeram uma decisão pública, mas nunca passaram pela obra regeneradora do Espírito Santo, daí a razão de tantos escânda-los e afrouxamento espiritual nas igrejas (crentes e até pastores roubando, enganando, fornicando antes de casar, traindo e adulterando depois de casados, se divorciando levianamente, praticando aborto secretamente, homossexualismo, bebendo álcool, e tantas coisas indizíveis que até o Diabo se surpreende, numa prova de que o número de joio está aumentando e talvez já tenha passado do número de trigo. Tem sido sempre assim na história eclesiástica, quando a igreja afrouxa seus padrões doutrinários e troca o evangelho genuíno, por outro sincretizado e contextualizado pelas filosofias mundanas e costumes seculares da época, o resultado é sempre desastroso para a igreja, sobra somente um pequeno remanescente fiel, que teima em não arredar dos velhos fundamentos da fé, ou, o velho, mais todo eficiente evangelho eterno de Cristo.

e) Quanto ao MUNDO:

Do grego "Cosmos" [sistema organizado, em que os homens devolvem métodos e esquemas para obter sucesso nas várias áreas da vida: trabalho, lazer, moradia, educação, saúde, finanças, religião, política etc... - A expressão "mundo", pode ser traduzida como "o jeito do homem caído fazer as coisas debaixo do senhorio do maligno". Por isto, a Bíblia adverte: "Não ameis o mundo nem as coisas que há no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele... Sabemos que somos de Deus, e que o mundo inteiro jaz no maligno" (I Jo.2:15; 5:19).

O mundo e sua cultura (orientada pelo maligno) tem seu foco central na flexibilidade e na relatividade, como afirmou Bruce j. Nicholls, quando definia a palavra "cultura". João fala desta relatividade e efemeridade das coisas do mundo ao dizer "Ora, o mundo passa, bem como a sua concupiscência; aquele, porém, que faz a vontade de Deus permanece eternamente" (I Jo.2:17). Eis, então, impossibilidade de contextualizar um "evangelho eterno" cujo corpo de verdades foi dado "uma vez por todas", cuja, modificação e adulteração é chamada de "anátema", sem tornar este evangelho em algo, efêmero, relativo e mutante como o é por definição a cultura humana.

A conseqüência terrível disto tudo, é que, assim como a cultura que pelo seu caráter flexível, relativista e mutante, é algo descartável, assim também o evangelho associado e baseado nela também se torna descartável e irrelevante. A ironia disto, tudo é que os teólogos liberais usam a cultura com suas filosofias e costumes para comunicar o evangelho ao homem moderno de modo relevante, porém, ao adulterarem o evangelho, sincretizando com as vãs filosofias mundanas, só conseguem tornar o evangelho algo ridículo, sofisticado, relativo e descartável, portanto, irrelevante. Fazemos bem em seguir Colossenses 2:6-8 "Ora, como recebeste a Cristo Jesus, o Senhor, assim andai nele, nele radicados e edificados, e confirmados na fé, tal como fostes instruídos, crescendo em ações de graças. CUIDADO que ninguém vos venha a enredar com sua filosofia e vãs sutilezas, conforme a tradição dos homens, conforme os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo.


Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA
.

Reações:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...