Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

15 de março de 2017

Geografia Bíblica - Teologia 25.184 - Os Cativiros Assírios e Babilônico


 

Geografia Bíblica - Teologia 25.184

VII - OS CATIVEIROS ASSÍRIO E BABILÔNICO

A cisão enfraqueceu ambas as facções, principalmente a nortista. As relações entre os reinos de Israel e Judá nem sempre foram amistosas. De quando em quando uniam-se para combater um inimigo comum. Na maioria das vezes, contudo, estavam em guerra.
Com o passar do tempo, a identidade nacional e reli­giosa entre os israelitas e judaítas torna-se cada vez mais fraca. Seguindo orientação do idolatra e inescrupuloso Jeroboão, os moradores do Israel setentrional não desciam a Jerusalém para adorar. Esse ciumento soberano, temendo perder os seus súditos, fechou suas fronteiras. Para con­quistar o respeito e a amizade dos israelitas, construiu-lhes dois bezerros de ouro. E, a partir de então, ele fica conheci­do como "o rei que fez Israel pecar".
Depois de Jeroboão, teve Israel mais 18 reis. Todos eles trilharam os caminhos da idolatria e da impiedade. Com o culto a Baal, introduzido por uma meretriz chama­da Jezabel, o povo corrompeu-se completamente.
Não podendo suportar tanta apostasia, o Senhor en­tregou as tribos do Norte aos inumanos e selvagens assí­rios. No ano de 722 a.C, as forças de Nínive invadem Is­rael e levam cativos os filhos de Jacó. Inicia-se o cativeiro assírio, que deixaria profundas seqüelas na nação hebrai­ca.
Depois da destruição do Reino de Israel, Judá sobrevi­veu ainda por mais de 135 anos. A maior parte desse tem­po, contudo, pagou pesados tributos à Assíria. Com a as­censão de Babilônia, começa a ruína do Reino do Sul.
Em 605 a.C, tropas babilônicas invadem Judá. Tem início o Cativeiro Babilônico que, segundo Jeremias, dura­ria 70 anos. O Templo é destruído pelos exércitos de Nabu-codonozor em 587 a.C. Na capital do novo império, os ju­deus progridem. Alcançam elevados postos na administra­ção iniciada por Nabopolassar. Daniel, por exemplo, tor­nou-se o mais influente conselheiro da realeza.
Terminado o período de 70 anos, parte dos filhos de Judá retorna à Terra Santa. Centenas de milhares, toda­via, permanecem no exílio. Vagando de nação em nação, sofrendo injustas perseguições e injustificáveis preconcei­tos, tornam-se errantes. Sua diáspora já dura mais de 25 séculos.

Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA



Reações:

0 Comentários :

Postar um comentário

Deus abençoe seu Comentario

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...