Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

17 de março de 2017

Geografia Bíblica - Teologia 25.193 - Jerusalém e Sua História



 

Geografia Bíblica - Teologia 25.193

VII - JERUSALÉM E SUA HISTÓRIA

Depois da morte de Salomão, o trono davídico é ocu­pado pelo insensato Roboão. No quinto ano de seu reinado, Jerusalém é saqueada por Sisaque, rei do Egito. Mais tar­de, filisteus e árabes sitiam-na, causando-lhe muitos estra­gos.
No reinado de Amazias, os israelitas destroem parte das muralhas da cidade santa. Consideráveis riquezas são levadas a Samaria. Entretanto, renomados militares fra­cassam fragorosamente ao tentar marchar contra Sião. Re-zim, rei da Síria, foi um deles. No tempo de Ezequias, por exemplo, o grande Senaqueribe é abatido pelo anjo do Se­nhor. Do exército desse ambicioso assírio, caem 185 mil ho­mens.
No tempo de Manasses, a santa cidade é invadida por tropas babilônicas. O mais perverso rei de Judá é deporta­do a Babilônia, onde se reconcilia com o Deus de seus pais. Alcançado pelas misericórdias divinas, o monarca judaíta é recambiado à sua terra, onde promove algumas reformas religiosas. Em termos genéricos, ele é considerado o pior soberano de Judá.
Não há acontecimento tão funério e triste para os ju­deus como a destruição do Templo e de Jerusalém. A faça­nha foi realizada por Nabucodonozor, em 587 a.C. Termi­na, assim, a fase áurea da mais amada e cobiçada cidade hebréia.
Após setenta anos de exílio e de vergonha, Jerusalém é reconstruída por Esdras e Neemias. Nesse mesmo tempo, o Templo ressurge. No entanto, é apenas uma sombra do imponente santuário construído por Salomão.
Desde essa época, a Cidade do Grande Rei não mais conheceria momentos de paz. Em 320 a.C., Ptolomeu Soter conquista-a. No segundo século antes de nossa era, Antíoco Epífanes apodera-se dela, profana o Templo e massacra milhares de judeus.
Em 66 a.C, o general romano Pompeu apossa-se de Jerusalém, transformando-a em possessão latina. Dezes­seis anos mais tarde, Herodes, o Grande, começa a reinar sobre a cidade, com o apoio de Roma. Para agradar os ju­deus, o ambicioso e perverso monarca reforma e embeleza o santuário de Jeová. Nesse Templo, seria apresentado o menino Jesus.
No ano 70 de nossa era, conheceria Jerusalém uma de suas mais deploráveis tragédias. O general Tito, à testa de um exército de 100 mil homens, sitiou-a durante cinco me­ses. Em seguida destruiu-a, o que predissera Jesus, aconte­ceu: não ficou pedra sobre pedra; tudo foi destruído.
De acordo com Tácito, historiador romano, morreram, naquela ocasião um milhão de judeus.
O fervor nacionalista dos judeus, entretanto, não se apaga. Em 131 d.C, Bar Khoba apossa-se da cidade. No ano seguinte, contudo, o imperador Adriano devasta-a li­teralmente. Séculos mais tarde, em 627, Cosroes II, rei da Pérsia avança sobre Jerusalém, arrasando-a, uma vez mais.
Omar, sucessor de Maomé, ocupa a cidade da paz em 637. Duzentos anos depois, os maometanos destroem san­tuários cristãos. Em 1075, a capital espiritual do judaísmo passa das mãos dos muçulmanos para as dos turcos.
Sob o nome de Cristo, a Igreja Católica Romana, com suas impiedosas cruzadas, passa a atacar Jerusalém. A ci­dade é sitiada e conquistada em 1099, por Godofredo, che­fe da primeira cruzada. Durante essa satânica investida, milhares de judeus são assassinados.
Saladino, em 1.187, na qualidade de chefe da terceira cruzada, ocupa a cidade. Em 1.229, as mulharas de Jeru­salém são destruídas. Dez anos mais tarde, Sião rende-se ao comandante da sexta cruzada. Os turcos, em 1.547, in­vadem-na e, de lá, só seriam expulsos, em 1831. A Tur­quia, entretanto, voltaria a conquistar Jerusalém, dez anos mais tarde.


As universidades israelenses já se destacam no mundo

Na Primeira Guerra Mundial, Jerusalém é "liberta­da" pelo general britânico, Allemby. No dia 14 de maio de 1948, renasce o Estado de Israel. A parte Leste da cidade, porém, continuava em poder dos árabes. Entretanto, em 1967, durante a Guerra dos Seis Dias, a capital espiritual e histórica dos judeus é reconquistada por seus legítimos do­nos.



Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA

E COMPARTILHA

Reações:

0 Comentários :

Postar um comentário

Deus abençoe seu Comentario

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...