Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

30 de junho de 2017

História Da Igreja - Teologia 30.84 - Martinho Lutero (1483‐1546)

História Da Igreja - Teologia 30.84
 
MARTINHO LUTERO (1483‐1546)

Era um destacado monge agostiniano, doutor em teologia e pregador na cidade de Wittemberg, quando ocorreu uma grande transformação em sua vida. Ele mesmo contou: Desejando ardentemente compreender as palavras de Paulo, comecei o estudo da Epístola aos Romanos. Porém, logo no primeiro capítulo consta que a justiça de Deus se revela no Evangelho (vs 16 e 17). Eu detestava as palavras “a justiça de Deus”, porque conforme fui ensinado, eu a considerava  como  um  atributo  do  Deus  santo  que  o  leva  a  castigar  os  pecadores.  Apesar  de  viver  irrepreensivelmente,  como  monge,  a  consciência perturbada me mostrava que era pecador perante Deus. Assim odiava a um Deus justo, que castiga os pecadores... Senti‐me ferido de consciência, revoltado intimamente, contudo voltava sempre ao mesmo versículo, porque queria saber o que Paulo ensinava. Contudo, depois de meditar sobre esse ponto durante muitos dias e noites, Deus, na sua graça, me mostrou a palavra “o justo viverá da fé”. Vi então que a justiça de Deus, nessa passagem, é a justiça que o homem piedoso recebe de Deus pela fé, como dádiva. Então me achei recém nascido e no Paraíso. Todas as Escrituras tinham para mim outro aspecto; perscrutava‐as para ver tudo quanto ensinam sobre a justiça de Deus. Antes, estas palavras eram‐me detestáveis; agora as recebo com o mais intenso amor.
A passagem me servia como a porta do Paraíso. Em outubro de 1517, Lutero afixou à porta da Igreja do Castelo de Wittemberg as 95 teses, o teor das quais é
que Cristo requer o arrependimento e a tristeza pelo pecado e não a penitência. Lutero afixou as teses para um debate público, na porta da igreja, como era
costume nesse tempo. Estas teses, escritas em latim, foram logo traduzidas para o alemão, holandês e espanhol. Logo, estavam na Itália, fazendo estremecer
os alicerces de Roma. Foi desse ato de afixar as 95 teses que nasceu a Reforma. Um ano depois de afixar as teses, Lutero era o homem mais popular em toda
a  Alemanha.  Quando  a  bula  de  excomunhão,  enviada  pelo  Papa,  chegou  a  Wittemberg,  Lutero  respondeu  com  um  tratado  dirigido  ao  Papa  Leão  X, exortando‐o, no nome do Senhor, a que se arrependesse. A bula do Papa foi queimada fora do muro da cidade de Wittemberg, perante grande ajuntamento
do povo. Lutera era um erudito em hebraico e grego, o que facilitou sua grande obra, a tradução da Bíblia para o alemão. Ele mesmo escreveu para o seu povo: Jamais em todo o mundo se escreveu um livro mais fácil de compreender do que a Bíblia. Comparada aos outros livros, é como o sol em contraste com
todas as demais luzes. Não vos deixeis levar a abandona‐la sob qualquer pretexto. Se vos afastardes dela por um momento, tudo estará perdido; podem levar‐vos para onde quer que desejem. Se permanecerdes com as Escrituras, sereis vitoriosos. Depois de abandonar o hábito de monge, Lutero resolveu deixar por completo a vida monástica, casando‐se com Catarina von Bora, freira que também saíra do claustro, e geraram seis filhos.


Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA
.


Reações:

0 Comentários :

Postar um comentário

Deus abençoe seu Comentario

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...