Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

2 de novembro de 2017

História De Israel – Teologia 31.52 - Rei Dos Moabitas (Livro 5 Cap 5)

História De Israel – Teologia 31.52

CAPÍTULO 5

EGLOM, REI DOS MOABITAS, SUBJUGA OS ISRAELITAS. EÚDE LIBERTA-OS.

201. juizes 3. Depois da morte desse sábio e generoso governador, os hebreus acharam-se num estado muito pior que o anterior, e sem chefe, porque não prestavam mais a Deus a devida honra nem a obediência que deviam às leis. Eglom, rei dos moabitas, declarou-lhes guerra. Venceu-os em diversos combates e tornou o povo tributário. Estabeleceu em Jerico a sede dejseju governo e oprimiu-os com toda espécie de males. Eles passaram assim dezoito anos. Mas depois Deus, compadecido pelo sofrimento do povo e vencido pelas suas orações, resolveu libertá-los.
Eúde, filho de Gera, da tribo de Benjamim, jovem vigoroso e ousado, tão hábil que lutava ao mesmo tempo com as duas mãos e era capaz de tudo empreender, estava então em jerico. Encontrou meios de se insinuar nas boas graças de Eglom, por meio de presentes que lhe mandava, e teve assim grande facilidade para entrar no palácio. Num dia de verão, pelo meio-dia, tomou um punhal, escondeu-o sob as vestes, do lado direito, e foi em companhia de dois de seus servidores levar presentes ao soberano. Os guardas estavam fazendo a sua refeição, e o calor era grande: essas duas coisas juntamente os tornavam mais negligentes ainda. Ele ofereceu presentes a Eglom, que estava retirado num quarto muito fresco, e conversou com ele tão amigavelmente que o rei ordenou aos seus homens que se retirassem.
Eúde, temendo que o seu golpe falhasse, porque o rei estava sentado no trono, pediu-lhe que se levantasse para que pudesse narrar um sonho da parte de Deus. Eglom levantou-se para escutá-lo e então Eúde cravou-lhe o punhal no coração, deixando-o na ferida. Depois saiu e fechou a porta. Os oficiais julgaram que ele deixara o rei adormecido, e Eúde, sem perder tempo, contou em segredo aos israelitas da cidade o que acabava de fazer, exortando-os a recuperar a liberdade. Eles tomaram imediatamente as armas e mandaram tocar trompas por todo o país, para reunir os de sua nação.
Os oficiais de Eglom permaneceram muito tempo sem nada desconfiar. Mas quando viram cair a tarde, o temor de que lhe houvesse acontecido alguma coisa impeliu-os a entrar no quarto, onde o encontraram morto. Seu espanto foi tal que, não sabendo qual deliberação tomar, deram aos israelitas tempo para serem atacados antes que tivessem ocasião de se defender. Os israelitas mataram uma parte deles, e o resto, num total de mais ou menos dez mil, salvou-se fugindo para o seu país. Mas os israelitas, que haviam ocupado as passagens do Jordão, mataram-nos pelo caminho, principalmente no lugar das sentinelas, de sorte que não se salvou um sequer.
Os hebreus, uma vez livres da servidão dos moabitas, escolheram unanimemente Eúde para seu chefe e soberano, considerando que deviam a ele a sua liberdade. Era um homem de grande mérito e digno de muitos elogios. Desempenhou o cargo durante oitenta anos. Sangar, filho de Anate, sucedeu-o e morreu antes que terminasse o ano.


Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA

.

Reações:

0 Comentários :

Postar um comentário

Deus abençoe seu Comentario

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...