Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

3 de dezembro de 2017

História De Israel – Teologia 31.90 - A Ruina Do Rei Jeroboão e de Toda Sua Familia (Livro 8 Cap 4)

História De Israel – Teologia 31.90
 
CAPÍTULO 4

SISAQUE, REI DO EGITO, SITIA A CIDADE DE JERUSALÉM. ROBOÃO A ENTREGA COVARDEMENTE. SISAQUE SAQUEIA O TEMPLO E LEVA TODOS OS
TESOUROS DEIXADOS POR SALOMÃO. MORTE DE ROBOÃO.
ABIÃO, SEU FILHO, SUCEDE-O. JEROBOÃO MANDA A MULHER CONSULTAR O
PROFETA ATAS A RESPEITO DA DOENÇA DE OBIMÉS, SEU FILHO. O PROFETA
DIZ QUE ELE MORRERÁ E PREDIZ A RUÍNA DO REI E DE TODA A SUA
FAMÍLIA, POR CAUSA DA IMPIEDADE.

349. Deus, para aplicar a sua justa vingança sobre Roboão, serviu-se de Sisaque, rei do Egito. (Heródoto engana-se quando atribui esse fato a Sosester.) Esse soberano, Sisaque, entrou no país no quinto ano do reinado de Roboão, com um exército de mil e duzentos carros, sessenta mil cavaleiros e quatrocentos mil soldados de infantaria, composto na maior parte por líbios e etíopes. Depois de colocar guarnições nas várias cidades que se entregaram a ele, sitiou Jerusalém. Roboão, que lá estava encerrado, recorreu a Deus, mas Ele não ouviu a sua oração. O profeta Semaías advertiu-o, dizendo que, assim como ele e o povo haviam abandonado a Deus, Ele também os abandonara.
O soberano e os súditos, vendo-se sem esperança de auxílio, humilharam-se e confessaram que era com muita justiça que recebiam aquele castigo, devido à sua impiedade e aos seus crimes. Deus, tocado pelo arrependimento deles, mandou dizer-lhes pelo seu profeta que não os exterminaria inteiramente, porém os sujeitaria aos egípcios, para fazê-los experimentar a diferença entre estar sujeito a Deus somente e aos homens. Roboão, desse modo, perdeu o ânimo e entregou Jerusalém a Sisaque, que lhe faltou à palavra, pois saqueou o Templo e levou todos os tesouros consagrados a Deus. Levou também os tesouros de Roboão, os escudos de ouro que Salomão mandara fazer e as aljavas de ouro dos sofonianos que Davi oferecera a Deus. Voltou ao seu país carregado com tantas riquezas e despojos que perfaziam uma soma incalculável.
Heródoto faz menção a essa guerra e engana-se somente no nome do rei do Egito, quando diz que ele, depois de atravessar várias províncias, subjugou a Síria da Palestina, cujos povos se entregaram a ele sem combate, o que mostra claramente que é de nossa nação que ele está falando, e faz ver com isso que ela foi dominada pelos egípcios. Ele acrescenta que esse príncipe mandou elevar colunas nos lugares que se haviam rendido a ele sem se defender, sobre as quais, para reprovar-lhes a covardia, estavam gravados sinais do sexo das mulheres, o que se referia sem dúvida a Roboão, pois foi o único de nossos reis a entregar Jerusalém sem combater. Esse mesmo historiador diz que os etíopes aprenderam dos egípcios a circuncisão, e os fenícios e os sírios da Palestina confirmam que receberam também dos egípcios esse costume, pois é sabido que não há outros povos na Palestina que se circuncidem. Mas deixo a cada qual opinar sobre isso o que quiser.
350.  Depois que o rei Sisaque voltou ao Egito, Roboão, para substituir os escudos de ouro que ele havia levado, mandou fazer outros, em igual número, de cobre, os quais entregou aos guardas. Ele passou o resto de sua vida sem fazer ação alguma digna de memória, porque o medo que tinha de Jeroboão, seu irre-conciliável inimigo, não lhe permitia tomar qualquer iniciativa. Morreu na idade de cinqüenta e sete anos, dos quais reinou dezessete. Seu Espírito fraco e sua arrogância fizeram-no perder, como dissemos, a maior parte do reino, por não seguir o conselho dos amigos do rei Salomão, seu pai. Abião, seu filho, de apenas dezoito anos, sucedeu-o, e Jeroboão reinava ainda sobre as outras dez tribos.
351.   1 Reis 14. Depois de termos dito qual o fim de Roboão, devemos dizer também qual foi o de Jeroboão. Tão detestável monarca continuou a ofender a Deus cada vez mais, com horríveis atos de impiedade. Fazia continuamente erguer altares sobre os lugares mais elevados das florestas e escolhia para sacerdotes pessoas de baixa condição moral. Mas Deus não tardou muito a castigá-lo com uma justa vingança por tanta abominação, vindo o castigo sobre ele e sobre toda a sua posteridade.
Obimés, seu filho, estava muito doente, e ele disse à rainha sua esposa que tomasse as vestes de uma pessoa do povo e fosse falar com o profeta Aías, homem admirável, o mesmo que outrora previra que ele seria rei. Ela devia fingir-se estrangeira e perguntar se o filho ficaria bom daquela enfermidade. Ela partiu logo, mas quando se aproximava da casa de Aías, Deus apareceu ao profeta, tão acabado pela velhice que quase nada mais enxergava, e revelou-lhe que a mulher de Jeroboão viria falar com ele. Deus disse-lhe também o que devia responder a ela.
Quando ela chegou à porta fingindo ser uma pobre forasteira, o profeta exclamou: "Entrai, mulher de Jeroboão, sem dissimular que sois vós mesma. Deus me revelou tudo, e já me disse o que vos devo responder: Voltai para junto de vosso marido e dizei-lhe da parte de Deus: Quando não gozáveis ainda de nenhum prestígio, eu dividi o reino, que devia pertencer ao sucessor de Davi, para dar-vos uma parte, mas a vossa horrível ingratidão vos fez esquecer todos os meus benefícios. Abandonastes o meu culto para adorar ídolos feitos por vossas mãos. Por isso exterminarei toda a vossa descendência. Darei o vosso corpo aos cães e às aves, para que o devorem, e constituirei rei sobre Israel um homem que não poupará nenhum de vossos descendentes. E o povo, que vos é submisso, não ficará isento desse castigo. Serão expulsos desta terra tão abundante que agora possuem e serão impelidos para além do Eufrates, porque imitaram a vossa impiedade e deixaram de me render a devida honra para prestar um culto sacrílego a falsos deuses, que são obra das mãos dos homens".
Disse em seguida o profeta: "Apressai-vos e ide levar essa resposta a vosso marido. Quanto ao vosso filho, ele morrerá no mesmo instante em que entrardes na cidade. Enterrá-lo-ão com honra, e todo o povo chorará, por ser o único de toda a descendência de Jeroboão a ter piedade e virtude". A princesa, cheia de dor por causa dessa resposta e já considerando morto o filho, voltou debulhada em lágrimas para falar com o rei. Apressando-se, apressava também a morte do filho, que iria expirar quando ela chegasse à cidade, e assim ela não poderia encontrá-lo com vida. Achou-o morto, conforme a predição do profeta, e referiu a Jeroboão tudo o que ele lhe dissera.




Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA
.


Reações:

0 Comentários :

Postar um comentário

Deus abençoe seu Comentario

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...