Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

29 de junho de 2018

História Do Cristianismo - Teologia 32.136 - TOMADA DE JERUSALÉM


História Do Cristianismo - Teologia 32.136

TOMADA DE JERUSALÉM

Mais uma vez a superstição auxiliou-os. Correram boa­tos de que um dos seus bravos chefes, Godofredo de Bouliion, tivera uma visão de que estavam continuando o cerco debaixo da direção de anjos. Vira uma forma bri­lhante com armadura celestial pairando sobre o monte das Oliveiras, brandindo uma espada desembainhada e dando sinal para esse último assalto. Os 40.000 guerreiros deses­perados levantaram o antigo grito de "Deus assim o quer"! e em breve todo o exército trepava pelos muros que rodea­vam Jerusalém. O esforço foi grande e custou muito san­gue, mas a vitória pertenceu aos sitiantes, e o próprio Go­dofredo foi o primeiro que ganhou uma posição firme e in­contestável sobre os muros. Logo em seguida saltou para dentro da cidade consagrada, seguido de milhares de seus soldados, que se lançaram sobre seus inimigos com uma fúria incansável. O morticínio que se seguiu não se pode descrever. Não pouparam nem idades nem sexos, e a carni­ficina de 70.000 maometanos foi considerada pelos cruza­dos como uma obra dos cristãos muito digna de elogios. Durante três dias houve na cidade um dilúvio de sangue, e dizem os historiadores que merece todo o crédito a afirma­ção de que no templo e no pórtico de Salomão o sangue chegava às cilhas das selas dos cavalos.
Por fim chegou a bonança; e no oitavo dia depois do ataque reuniram-se os chefes vitoriosos, e ofereceram o rei­no de Jerusalém a Godofredo de Bouliion. Era ele, incontestavelmente, o herói do dia, mas com uma modéstia que se igualava ao seu heroísmo, recusou a dignidade real, e aceitou o título mais humilde de Defensor e Barão do San­to Sepulcro. Outra vitória, em Ascalom, pouco depois, as­segurou a posição dos cruzados; e uma vez que tinham sido vingados seus irmãos peregrinos do mal que lhe fizeram os maometanos, entenderam que a sua missão estava termi­nada, e muitos deles prepararam-se para voltar à sua terra natal.
Os maometanos tinham estado de posse da cidade des­de a conquista de Omar no ano 637, um período de 462 anos: a data certa da sua tomada foi o dia 15 de julho do ano 1099. Era uma sexta-feira; e eram justamente três ho­ras da tarde quando Godofredo saiu vitorioso sobre os mu­ros da cidade.

Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA
.



Reações:

0 Comentários :

Postar um comentário

Deus abençoe seu Comentario

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...