Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

26 de maio de 2018

História Do Cristianismo - Teologia 32.68 - TEMPOS TENEBROSOS DE ROMA

História Do Cristianismo - Teologia 32.68



TEMPOS TENEBROSOS DE ROMA

No entanto Arcádio e Honório sucederam no trono a seu pai Teodócio, e então principiou o tempo mais te­nebroso de Roma. O império, na verdade, declinava havia muito tempo; e estava-se aproximando a sua dissolução mesmo quando Teodócio estava no governo. Durante o seu reinado tinham-se tornado a unir, pela última vez, os im­périos Oriental e Ocidental, mas logo que a morte de Teo­dócio se tornou conhecida, as hordas bárbaras começaram a entrar por todos os lados. Os godos foram os primeiros a fazer uma incursão e, tendo conseguido passar o Danúbio, uma nação após outra seguiu o seu exemplo até que esse poderoso dilúvio de vidas humanas espalhou-se pela Euro­pa, e até se lançou nas costas da África.
No ano 400, Alarico, rei dos visigodos, invadiu a Itália, mas logo que este foi repelido, entrou pelas portas do Báltico uma nova horda de bárbaros sob o comando do seu che­fe Radagaíso. Correram toda a Alemanha, mas aconteceu que foram cercados pelo exército romano entre os Apeninos, onde muitos foram feitos prisioneiros e milhares mor­reram de frio. Mas Roma, mergulhada em luxúria e pre­guiça, não teve força nem energia para se aproveitar desta vantagem. Três vezes durante o reinado de Honório, que estabeleceu a sua residência em Ravena, ficou a antiga ci­dade de Roma à mercê dos bárbaros. A primeira vez (408) foi quando Alarico, rei dos godos, conduziu as suas tropas em triunfo até as portas da cidade, e então os cidadãos conseguiram que ele se retirasse, entregando-lhe todas as suas riquezas; a segunda vez (em 451), foi quando Átila, rei dos hunos, tendo devastado o país à proporção que avançava, só concordou em deixar a cidade depois dos grandes esforços que os romanos fizeram para persuadi-lo a isso; a terceira vez (em 455) foi quando Gersérico, rei dos vândalos, trouxe o seu exército até as muralhas e então in­vadiram a cidade como enxames de gafanhotos, deixando a ruína e a desolação por onde passaram. Tal foi o modo horrível como acabou a Roma antiga, e assim terminou Deus a corrupção daquela cidade, atribuindo-lhe o sangue do seu povo martirizado.
No ano 476, o Império Romano foi finalmente destruí­do, e Odoacer, rei dos herulis, assumiu o título de rei da Itália. Reinou quatorze anos, no fim dos quais entregou o reino a Teodorico, homem prudente e de sabedoria, em cujo reinado o país começou mais uma vez a gozar os be­nefícios da paz, depois de tantas lutas.

Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA
.

Reações:

0 Comentários :

Postar um comentário

Deus abençoe seu Comentario

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...