Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

8 de junho de 2018

História Do Cristianismo - Teologia 32.93 - 10 Idolatria Romana e o Poder Papal (700-800)

História Do Cristianismo - Teologia 32.93



10 Idolatria Romana e o Poder Papal
(700-800)

Enquanto os sarracenos ou árabes conquistavam a Ásia e o Norte da África, e arvoravam o estandarte de Maomé nos pontos onde a cruz tinha até ali sido vista, os verdadei­ros servos de Cristo, embora ligados a Roma, não estavam ociosos no Ocidente. Winifredo, um inglês de nobre estir­pe, que pertencia à ordem de monges beneditinos, homem cristão, ainda que supersticioso, trabalhou com ardor em Hesse e Turíngia, e mais tarde o papa consagrou-o bispo sob o nome de Bonifácio. Os bárbaros de Turíngia adora­vam os deuses germânicos: Thor, Wodim, Friga, Seator, Tuisco e outros, além dos que eram próprios das suas províncias. Mostravam a maior fé na sua religião e os seus sacerdotes eram muito respeitados. Estes ministros da ido­latria pretendiam fazer toda a espécie de milagres, e, pela habilidade das suas imposturas, inspiravam medo ao po­vo. Vê-se um exemplo disso na construção do deus Pusterrich, uma imagem oca de bronze, de três pés de altura que às escondidas enchiam de água, depois de lhe terem tapado a boca; acendiam, em seguida, o lume por baixo dela e, a água fervendo, fazia saltar a tampa da boca da imagem, e caía em jorros sobre os adoradores transidos de medo.

Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA
.



Reações:

0 Comentários :

Postar um comentário

Deus abençoe seu Comentario