Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

12 de julho de 2018

História De Israel – Teologia 31.275 (Livro 20 Cap 9) FLORO SUCEDE A ALBINO NO GOVERNO DA JUDÉIA; SUA AVAREZA E CRUELDADE SÃO CAUSA DA GUERRA DOS JUDEUS CONTRA OS ROMANOS. FIM DESTA HISTÓRIA.


História De Israel – Teologia 31.275
 
CAPÍTULO 9

FLORO SUCEDE A ALBINO NO GOVERNO DA JUDÉIA; SUA AVAREZA E CRUELDADE SÃO CAUSA DA GUERRA DOS JUDEUS CONTRA OS ROMANOS.
FIM DESTA HISTÓRIA.

865. Géssio Floro, que era de Clazomene, foi, para infelicidade de nossa nação, escolhido por Nero para suceder a Albino, no governo da Judéia e Cleópatra, sua mulher, que ele levou consigo e que não lhe ficava atrás em maldade, tinha-o feito obter esse favor por meio da imperatriz Popéa, que tinha muito afeto por ela. Ele abusou tão insolentemente do poder, que muitos vieram a sentir a ausência de Albino; aquele se escondia para fazer o mal; Floro fazia-o por vaidade. Parecia que só fora enviado para fazer triunfar a injustiça e cobrir de ultrajes nossa nação. Seus roubos e suas crueldades não tinham limites: seu coração era insensível à piedade; os grandes lucros não o faziam desprezar os pequenos; de tudo se apoderava; partilhava mesmo dos roubos e vendia aos ladrões a impunidade de seus crimes, a esse preço. Assim, os males que os judeus suportavam iam além de tudo o que se pode imaginar. Eles eram obrigados a abandonar seu país e suas santas cerimônias e fugir para terras estrangeiras; não havia países, por mais bárbaros que fossem, onde eles não pudessem viver mais tranqüilos. Que mais direi? Basta afirmar que Floro nos obrigou a tomar as armas contra os romanos, para perecer-mos todos juntamente e de uma vez, que não uns após outros, separadamente, sobre um governo tão intolerável? Assim, dois anos depois que se tirânico governador havia chegado à Judéia, no décimo segundo ano do reinado de Nero, começou essa funesta guerra e os que tiveram a curiosidade de saber tudo o que então se passou em particular, poderão ler a história que nós dela escrevemos.
866.  Terminarei aqui, portanto, a das antigüidades de nossa nação, que trata do que se passou, desde a criação do mundo até este décimo segundo ano do reinado de Nero. Podemos ver aí tudo o que aconteceu aos judeus, durante tantos séculos, tanto no Egito, como na Palestina e na Síria; o que eles sofreram sob os assírios e os babilônios; de que modo foram tratados pelos persas e pelos macedônios e, por fim, pelos romanos. Também relatei a série de todos os sumos sacerdotes, durante dois mil anos, todos os feitos de nossos reis e daqueles que quando não havia mais reis, tiveram a suprema autoridade, segundo o que encontrei escrito nos livros santos, como eu havia prometido no começo desta obra.
Ouso afirmar que nenhum outro, quer judeu, quer estrangeiro, teria podido dar esta história aos gregos, escrita com tanta exatidão. Os da minha nação estão de acordo em que eu sou bem instruído no que se refere aos nossos costumes e às nossas tradições; não tenho motivo de lastimar o tempo que empreguei em aprender a língua grega, embora não a pronuncie com perfeição, o que nos é muito difícil, porque não nos aplicamos bastante a isso; entre nós, não apreciamos muito àqueles que aprendem várias línguas. Consideramos esse estudo como profanos, pois convém tanto aos escravos como aos livres, e somente consideramos sábios os que adquirem um grande conhecimento das nossas leis e das escrituras sagradas, que eles são capazes de explicar, o que é coisa tão rara, que somente uns dois ou três, conseguiram essa glória.
867. Quero esperar que não se achará mau que eu escreva brevemente alguma coisa da minha descendência e das principais ações de minha vida, enquanto há pessoas vivas que podem confirmar ou contestar a verdade; terminarei assim essas antigüidades, que contém vinte livros e sessenta mil linhas. Se Deus me conservar a vida, direi abreviada as causas da guerra e tudo o que aconteceu até este dia, que está justamente no décimo terceiro ano, do reinado do imperador Domiciano e no qüinquagésimo sexto de minha idade. Prometi também escrever quatro livros das opiniões dos judeus e dos sentimentos que eles têm de Deus, de sua essência, de suas leis e das coisas que nos permitem como ou nos proíbem.


Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA
.


Reações:

0 Comentários :

Postar um comentário

Deus abençoe seu Comentario