Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

1 de outubro de 2018

História Do Cristianismo - Teologia 32.174 - ATAQUE AO REFORMADOR

História Do Cristianismo - Teologia 32.174



ATAQUE AO REFORMADOR

Ao atacar o reformador, tinham atacado um homem com amigos, porque Wycliff, tinha-os em todas.as classes. A classe popular estimava-o porque ele se interessava pela sua causa e lhes explicava as Sagradas Escrituras em lin­guagem que podiam compreender; os fidalgos eram seus amigos porque ele os ajudava a resistir ao clero; e em Ox­ford não era menos estimado pela sua piedade do que res­peitado pelo seu saber.
No mês de fevereiro do ano 1377 foram abertas as ses­sões da Convocação de S. Paulo, e para ali se dirigiu Wy­cliff, acompanhado de seus amigos João de Gaunt, duque de Lencastre, e Lord Percy, marechal da Inglaterra. Re­ceavam estes que se ele fosse sozinho não seria ouvido com imparcialidade, e podia talvez ser vítima de um jugo odio­so; e quando começou o julgamento, a conduta de Guilher­me Courtenay bispo de Londres mostrou bem que tinham razão de ter receios.
A multidão de gente dentro da catedral era enorme, e o marechal teve de empregar a sua autoridade para poder chegar ao pé dos juizes. Isto excitou o bispo imensamente, e seguiu-se uma cena tumultuosa. "Se eu soubesse, se­nhor," disse ele, "que queríeis ser senhor nesta igreja, teria tomado as minhas medidas para vos impedir de aqui en­trar". O duque de Lencastre, que era nesse tempo regente do reino pela menoridade do rei Ricardo II, aprovou o ato do marechal, e observou que era "necessário manter a or­dem apesar dos bispos". Courtenay a custo conteve a sua ira, mas quando, em seguida, o marechal pediu uma cadei­ra para Wycliff, exclamou, encolerizado, "Ele não deve sentar-se; os criminosos conservam-se de pé perante seus juizes". De ambos os lados se levantou novamente uma grande discussão, e só Wycliff se conservou silencioso; no entanto, o povo, seguindo o exemplo dos seus chefes, come­çou a exprimir sua própria opinião com atos de violência. Era impossível prolongar a sessão em tais circunstâncias; portanto, encerraram o tribunal, e o reformador saiu da ca­tedral acompanhado pelo duque de Lencastre.

Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA
.


Reações:

0 Comentários :

Postar um comentário

Deus abençoe seu Comentario