Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

13 de outubro de 2018

História Do Cristianismo - Teologia 32.225 - PROTEÇÃO DOS PRÍNCIPES AO MOVIMENTO

História Do Cristianismo - Teologia 32.225



PROTEÇÃO DOS PRÍNCIPES AO MOVIMENTO

A reforma alemã não começou pelas classes mais bai­xas, como aconteceu na Suíça. Na Alemanha os príncipes puseram-se à frente, ajudando a causa, e adotando as opi­niões dos reformadores, mas quando os luteranos começa­ram a sentir seriamente a necessidade de uma constituição eclesiástica para as igrejas, em vez de seguirem as instru­ções da Palavra de Deus, adotaram para seu uso um siste­ma de leis e princípios que o príncipe de Hesse coordenou. E assim as igrejas reformadas tiveram logo uma constitui­ção puramente humana e política.
O bondoso príncipe de Saxônia Frederico, o Sábio, morreu no ano 1525, e o seu sucessor João, um Luterano valente, deu um grande impulso à obra da Reforma. Como um meio de reprimir a autoridade do papa, assumiu uma completa jurisdição em matéria religiosa, demitindo ho­mens incompetentes e preenchendo os lugares destes com luteranos piedosos e aprovados. Outros príncipes seguiram seu exemplo, introduzindo na igreja sistemas de governo que eram meramente organizações humanas, e assim se es­tabeleceram as primeiras igrejas luteranas.
Sempre que se tomem medidas precipitadas em maté­rias de importância há de se encontrar oposição. Até aqui a moderação de Frederico tinha conservado os partidos cató­licos e luteranos até certo ponto, porém as medidas enérgi­cas e extremas do seu sucessor alarmaram os príncipes ca­tólicos, que formaram uma aliança entre si para reprimir o progresso das doutrinas reformadas nos seus respectivos territórios. A separação tornou-se irremediável. Uma gran­de parte da Saxônia, o antigo distrito de frisões, e as colô­nias orientais de Alemanha eram agora protestantes; en­quanto que a Áustria, Baviera, e os bispados alemães do Sul conservaram a velha religião. A guerra civil parecia inevitável, mas os pormenores desta contenda pertencem mais à história política do que à eclesiástica, e por isso não nos ocuparemos com eles.



Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA
.

Reações:

0 Comentários :

Postar um comentário

Deus abençoe seu Comentario

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...