Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

24 de outubro de 2018

História Do Cristianismo - Teologia 32.243 - LECLERC EM METZ

História Do Cristianismo - Teologia 32.243



LECLERC EM METZ

O tecelão ainda não estava bem curado dos seus feri­mentos quando voltou para a obra; mas o seu campo de ação era outro. Tendo sido expulso de Meaux vamos en­contrá-lo em Metz e no caráter de destruidor de imagens. Sentado um dia diante das imagens da Capela da Virgem, um edifício de grande celebridade, próximo àquela cidade, vieram-lhe estas palavras ao pensamento: "Não te inclina­rá* diante dos seus deuses, nem os servirás nem farás con­forme às suas obras; antes os destruirás totalmente, e quebrarás de todo as suas estátuas" (Ex 23.24), e tomando isto como uma ordem divina, levantou-se imediatamente, e demoliu as imagens que abundavam na capela. Feito isto entrou tranqüilamente na cidade.
A agitação que este ato produziu entre os católicos não se pode descrever, e o herege marcado foi logo preso. Como no seu primeiro julgamento, também agora confessou prontamente o seu "crime" e exortou o povo a renunciar à idolatria, e voltar para a adoração do verdadeiro Deus. Tendo-lhe sido dada a sentença de morte, apressaram-se a levá-lo para o lugar do seu martírio. Ali uma medonha morte o aguardava, mas ele agüentou tudo milagrosamen­te até o fim. Primeiro foi-lhe decepada a mão direita, aquela que tinha praticado o ato; em seguida rasgaram-lhe a carne com tenazes em brasa; e depois queimaram-lhe o peito horrivelmente. Mas enquanto durou esta tortura ele ia repetindo em voz clara e firme as palavras do Salmista: "Têm boca, mas não falam; olhos têm mas não vêem; têm ouvidos mas não ouvem; narizes têm mas não cheiram; têm mãos, mas não apalpam, pés têm, mas não andam; nem som algum sai-lhes da garganta. A eles se tornem se­melhantes os que os fazem, assim como todos que neles confiam" (SI 115.4-8).
O seu corpo foi então consumido num fogo lento; e as­sim entrou no Céu o primeiro mártir da Reforma francesa.



Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA
.



Reações:

0 Comentários :

Postar um comentário

Deus abençoe seu Comentario