Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

7 de agosto de 2019

Homilética - Teologia 33.11 O ALVO DA HOMILÉTICA


 
Homilética - Teologia 33.11

O ALVO DA HOMILÉTICA

Qual o alvo da mensagem evangélica? Podemos ficar satisfeitos com a mera preparação e apresentação da prédica? Quais os objetivos de tanto esforço na preparação, estruturação, meditação e, finalmente, pregação do sermão?
Para T. Hawkins, "o objetivo da homilética é auxiliar na elaboração de temas que apresentem em forma atraente uma mensagem da Palavra de Deus, com tal eficiência que os ouvintes compreendam o que devem fazer e sejam movidos para fazê-lo". T. Hawkins, Homilética Prática (Rio de Janeiro: JUERP, 1978), pp. 13-14.
Em geral, podemos dizer que o objetivo da mensagem evangélica é a conversão, nutrição, comunhão, motivação e santificação para a vida cristã.
O alvo primário de toda e qualquer mensagem bíblica é a salvação de pecadores perdidos (Rm 1.16). "Em toda pregação, Deus procura primariamente, mediante Seu mensageiro, trazer o homem para a comunhão Consigo". C. W. Koller, op. cit., p. 14.
É por meio da mensagem anunciada, ouvida e crida que os homens são salvos da perdição, da escravidão do pecado e da morte (Rm 10.10,17; Jo 8.34-36). Isso vale tanto para os povos que já a ouviram e creram no evangelho quanto para os povos pagãos. O desejo de Deus é de que (todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade) (1 Tm 2.4). Toda pregação do evangelho, portan-to, deve incluir nitidamente a oferta da salvação. A prédica evangélica também não pode silenciar quanto à situação e ao destino dos perdidos (Jo 3.18, 36; Ap 22.15). Ao mesmo tempo, a pregação bíblica anuncia com convicção a necessidade de reconhecer, confessar e deixar todo e qualquer tipo de pecado e de idolatria, convertendo-se ao Deus vivo e verdadeiro (Pv 28.13; Rm 10.10; 1 Ts 1.9s.).
Concluímos, pois, que é necessário salientar: a) o testemunho da perdição eterna e depravação total do homem que vive sem Deus ou contra Deus; b) o testemunho da salvação em Cristo Jesus pela fé; c) o testemunho da importância do arrependimento e da conversão ao Deus vivo e verdadeiro; d) o testemunho da regeneração pelo poder do Espírito Santo; e) o testemunho da vida nova e transformada em Cristo; f) o testemunho do senhorio de Cristo em nossas vidas; e g) o testemunho da esperança viva nos discípulos autênticos.
A pregação do evangelho, porém, não se dá por satisfeita em apenas chamar à comunhão viva com o Senhor Jesus Cristo. Após a conversão, a ênfase deve estar sobre as coisas que acompanham a salvação (Hb 6.9). Nutrição, motivação, doutrinamento, perfeição, edificação, consolidação, consagração e santificação devem complementar a pregação evangelístico-missionária (Cl 1.28; 2.6s., Ef 3.17; 4.11ss., 1 Co 3.11). Isto deve acontecer individual e eclesiasticamente (Rm 15.2; 1 Co 14.3s.; Ef 2.21; 1 Pe 2.5s.; 1 Co 3.9). Como indivíduo, o cristão precisa ser aconselhado (At 20.20ss.; Jo 21.15-17; 2 Tm 4.2). Este processo de edificação e consolidação seria impossível sem o doutrinamento (Ef 4.14; Cl 1.11).
O terceiro alvo da pregação evangélica visa a ação diaconal de cada membro do corpo de Jesus Cristo (Ef 4.11ss.; 1 Ts 1.9; Tt 3.8). Faz parte da mensagem neo-testamentária que o cristão envolva-se no serviço de Deus (1 Co 9.13; 2 Co 5.15; Gl 2.20). A verdadeira mensagem evangélica estimula o cristão para as diversas possibilidades ministeriais, sociais e diaconais (At 20.28; 1 Pe 5.2; 4.10; Rm 12.4-8). Resumimos este parágrafo sobre o alvo da homilética com a convicção paulina de jamais deixar de anunciar "todo o desígnio de Deus" (At 20.27).
Perguntas didáticas sobre a homilética fundamental
1. Quais são os assuntos abordados pela homilética fundamental?
2. Quando e onde surgiu o termo homilética?
3. Dê uma definição precisa de homilética.
4. Quais são as origens etimológicas do termo homilética?
5. Qual é a relação entre a homilética e a hermenêutica?
6. Em que sentido a homilética diferencia-se da exegese bíblica?
7. Como você vê a relação da homilética com a retórica, eloqüência, comunicação e estilística?
8. Qual era o conceito homilético na época dos profetas do Antigo Testamento?
9. Que tipo de homilética desenvolveu-se no período pós-exílio?
10. Quem inventou a retórica?
11. Quem aperfeiçoou a oratória?
12. Quais são as características da pregação de Jesus Cristo?
13. Como os apóstolos pregaram o evangelho?
14. Defina e caracterize a homilia cristã.
15. Quem foi o mais famoso pregador da igreja primitiva?
16. Quem escreveu a primeira homilética cristã?
17. Como Agostinho subdividiu a homilética?
18. Quais são os méritos da Idade Média quanto à homilética evangélica?
19. Como Carlos Magno destacou-se no desenvolvimento da pregação do evangelho?
20. Qual foi a novidade na homilética da Reforma Protestante?
21. Como Melanchthon notabilizou-se na história do desenvolvimento da homilética?
22. Cite oito razões pelas quais a homilética constitui um sério problema em nossos dias.
23. Quantas horas o pregador deve investir na preparação de uma mensagem?
24. Por que ouvimos tantas mensagens pobres?
25. Como entendemos a unidade corporal da prédica?
26. Como a advertência de Paulo, em 1 Coríntios 9.27, está relacionada à pregação do evangelho?
27. O que acontece quando uma mensagem não tem aplicação prática?
28. Quais são as partes das Escrituras abandonadas na pregação evangélica?
29. Como podemos valorizar as mensagens bíblicas baseadas no Antigo Testamento?
30. Qual é a parte principal de um culto evangélico?
31. Quais são os resultados negativos da falta de planejamento das mensagens?
32. Por que o secularismo e o estresse constituem um problema para o sermão evangélico?
33. Quais são as três partes integrantes de uma prédica?
34. Qual é a função do pregador no sermão?
35. Qual é a posição da comunidade na mensagem?
36. Qual é o papel de Deus no sermão?
37. Quem é o centro da mensagem evangélica?
38. Quais são as referências bíblicas que provam que o conteúdo da homilética evangélica deve ser a Palavra de Deus?
39. Ao analisarmos as mensagens de Pedro e de Paulo no livro de Atos, encontramos um testemunho de seis faces que apela para a totalidade do homem e convida-o para uma entrega total a Cristo. Explique a necessidade, o conteúdo e a importância de cada um desses testemunhos.
40. Como percebemos a importância da homilética?
41. Por que a homilética é a coroa da pregação ministerial?
42. Dê a origem e o significado do termo pregação.
43. Quais são os quatro verbos gregos (e seus significados) que o Novo Testamento emprega para exemplificar a natureza da pregação?
44. Quais são as características bíblicas de um arauto?
45. De que maneira o termo evangelizar caracteriza nossa pregação?
46. Por que a mensagem bíblica deve ser um testemunho?
47. Explique por que a prédica deve ser ensino.
48. Defina o alvo da homilética numa única frase.
49. Qual o alvo primário da mensagem evangélica?
50. Por que o pregador não deve esquecer-se dos alvos espiritual, doutrinário e diaconal na preparação e entrega de seus sermões?

Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA
.

Reações:

0 Comentários :

Postar um comentário

Deus abençoe seu Comentario