Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

9 de janeiro de 2022

História De Israel – Teologia 31.329 (2º Parte Livro 2) CAPÍTULO 26 A RAINHA BERENICE, IRMÃ DO REI AGRIPA, QUERENDO ACALMAR O ESPÍRITO DE FLORO, PARA ACABAR COM SUA CRUELDADE, CORRE ELA MESMA PERIGO DE VIDA.

História De Israel – Teologia 31.329

(2º Parte Livro 2)

 

CAPÍTULO 26

A RAINHA BERENICE, IRMÃ DO REI AGRIPA, QUERENDO ACALMAR O ESPÍRITO DE FLORO, PARA ACABAR COM SUA CRUELDADE, CORRE ELA MESMA PERIGO DE VIDA.

 

191.  O rei Agripa tinha ido a Alexandria procurar Alexandre, a quem Nero havia dado o governo do Egito; mas a rainha Berenice, sua irmã, estava em Jerusalém a fim de cumprir um voto a que se obrigara para recobrar a saúde e por outras necessidades, de cortar o cabelo, abster-se de beber vinho e fazer orações durante trinta dias, antes de oferecer os sacrifícios.

Essa princesa ficou tão sentida por ver a crueldade do governador, que mandou, diversas vezes, a Floro alguns oficiais de cavalaria e de sua guarda, para rogar-lhe que deixasse de derramar tanto sangue. Mas ele, sem se incomodar com o grande número de mortos, nem com a intercessão de uma pessoa da sua posição, pensando somente em enriquecer, por meios infames, não se importou com seus rogos e ela mesma correu perigo de vida, expondo-se aos maus tratos dos seus soldados, pois não somente eles continuaram a matar, diante de seus olhos, os que conseguiam apanhar, mas tê-la-iam matado também se não tivesse ela em tempo fugido para o palácio. Passou toda a noite sem poder dormir, procurando vigiar com atenção, para evitar o seu furor; sua coragem e sua compaixão de tantos males fizeram-na ir no dia seguinte, de pés descalços (era o dia dezesseis de maio), procurar Floro em seu tribunal, para renovar seus rogos; ele, porém, não lhe prestanteu honra alguma e ela correu de novo grave perigo.

192.  No dia seguinte, uma grande multidão de povo reuniu-se no alto mercado, onde, com altos brados, lamentava a morte dos que tinham sido tão cruelmente martirizados; muitos falaram contra Floro. Os sacerdotes e os principais da cidade, imaginando quanto aquilo poderia vir aumentar-lhes o mal, foram com as vestes rasgadas pedir-lhe que se contentasse com as desgraças que até então haviam sucedido; com isso, porém, irritaram ainda mais a Floro. O respeito do povo por aqueles homens ilustres e a esperança de que Floro não os afligiria mais acalmaram o tumulto.

 

Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento

Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura

Custo:O Leitor não paga Nada, 

Você APENAS DIVULGA

E COMPARTILHA

.


0 Comentários :

Postar um comentário

Deus abençoe seu Comentario