Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

11 de janeiro de 2022

História De Israel – Teologia 31.380 (2º Parte Livro 3) CAPÍTULO 32 OS PRINCIPAIS HABITANTES DE TIBERÍADES IMPLORAM A CLEMÊNCIA DE VESPASIANO E ELE PERDOA-LHES EM ATENÇÃO AO REI AGRIPA. JESUS, FILHO DE TOBIAS, FOGE DE TIBERÍADES PARA TARIQUÉIA. VESPASIANO É RECEBIDO EM TIBERÍADES E EM SEGUIDA CERCA TARIQUÉIA.

História De Israel – Teologia 31.380

(2º Parte Livro 3)

 

CAPÍTULO 32

OS PRINCIPAIS HABITANTES DE TIBERÍADES IMPLORAM A CLEMÊNCIA DE

VESPASIANO E ELE PERDOA-LHES EM ATENÇÃO AO REI AGRIPA. JESUS, FILHO

DE TOBIAS, FOGE DE TIBERÍADES PARA TARIQUÉIA. VESPASIANO É RECEBIDO

EM TIBERÍADES E EM SEGUIDA CERCA TARIQUÉIA.

 

279. Essa má ação deu tanto motivo de temor aos habitantes de Tiberíades, que, governados por Agripa, seu rei, eles se foram lançar aos pés de Vespasiano, para rogar-lhe que tivesse compaixão deles e que não atribuísse a toda a cidade o crime de alguns; mas perdoasse a um povo que sempre fora afeiçoado aos romanos e se contentasse em castigar os revoltosos que lhes haviam impedido abrir-lhe as portas. Vespasiano, comovido com suas palavras e pelo receio que Agripa sentia por aquela cidade, determinou perdoá-los, embora se sentisse muito ofendido por lhe terem tomado aqueles cavalos. Assim, garantiu ao povo que não lhe faria mal algum; quando Jesus e seus revoltosos viram que não havia mais segurança para eles, fugiram para Tariquéia.

280. Vespasiano mandou no dia seguinte Trajano com a cavalaria para apoderar-se da fortaleza e averiguar se todo o povo tinha mesmo os sentimentos que aqueles homens lhe haviam manifestado. Tendo constatado que de fato era assim mesmo, relataram-no a Vespasiano, o qual marchou para a cidade com todo o exército. Os habitantes compareceram à sua presença, com grandes aclamações, chamando-o de benfeitor e salvador. Suas tropas avançavam lentamente porque as portas eram muito estreitas; mandou então derrubar um pedaço do muro, da parte do sul e proibiu ao mesmo tempo, em atenção a Agripa, que se fizesse qualquer mal aos habitantes. Confirmou ao príncipe a graça que lhe havia concedido, de não mandar derrubar o restante dos muros, ante a palavra que lhe deu, de que a cidade permaneceria tranqüila; não houve cuidados que o príncipe não tomasse, para aliviar os males, que a divisão em que se encontrava lhe tinham causado.

Vespasiano partiu de Tiberíades para ir acampar perto de Tariquéia e fortificou o acampamento com um muro, porque achou que o cerco daquela cidade iria durar muito tempo, pois os revoltosos lá se haviam reunido, confiantes em sua força e na que lhes dá o lago de Genesaré. A cidade é como Tiberíades, construída sobre uma montanha; nos lugares onde não é defendida pelo lago, Josefo a fizera rodear por uma muralha muito forte cujo perímetro não era menor que o de Tiberíades. Desde o começo da revolta, para lá havia feito levar todo o dinheiro e todas as provisões possíveis e a tinha posto assim em condições de gozar de grandes vantagens. Os sitiados tinham ainda, a mais, sobre o lago, várias barcas armadas, que lhes podiam servir em combates nas águas e, para nelas se salvarem, se a luta em terra não lhes fosse favorável.

Jesus e os de seu partido, sem se intimidarem nem com numerosas forças dos romanos nem com sua disciplina, deram um furioso assalto contra os que fortificavam o acampamento, afugentaram os trabalhadores, derrubaram uma parte do muro, antes que eles pudessem impedi-lo e só se retiraram quando viram os inimigos reunidos em tão grande número que não lhes poderiam resistir. Os romanos perseguiram-nos até o lago, onde, entrando nas barcas, colocaram-se fora do alcance dos dardos e das flechas. Lançaram as âncoras ao largo e todas as barcas ficaram em ordem de batalha, apertadas umas contra as outras, parecen-do que, de sobre as águas, queriam combater contra os romanos, que estavam em terra. Vespasiano soube que naquele mesmo tempo haviam aparecido muitos judeus, em um lugar perto da cidade; então, para lá mandou seu filho, com seiscentos cavaleiros, escolhidos entre os melhores de suas tropas.

 

Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento

Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura

Custo:O Leitor não paga Nada, 

Você APENAS DIVULGA

E COMPARTILHA

.

 

0 Comentários :

Postar um comentário

Deus abençoe seu Comentario