Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

26 de outubro de 2014

Escatologia - Teologia 17.12 - Aliança Abraãmica

Escatologia - Teologia 17.12

2.2-  ALIANÇA ABRAÂMICA

A cronologia bíblica mais aceitável apresenta o nascimento de Abraão no ano 2166 a.C., na era do baixo bronze IV. Filho de Terá morava na cidade   Sumeriana, Ur dos Caldeus que ficava às margens do rio Eufrates, neste tempo a cidade havia sido conquistada por povos bárbaros ocasionando a saída de   seu pai juntamente com filhos e noras para a cidade de Harã, onde Deus se revela a ele. Seu chamado está registrado em Gênesis 12:1-3


 “Ora, disse o SENHOR a Abrão: Sai da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai e vai para a terra que te mostrarei; de ti farei uma grande nação,   e te abençoarei, e te engrandecerei o nome. Sê tu uma bênção! Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; em ti serão   benditas todas as famílias da terra”.



Em outros textos encontramos complementos desta aliança:


Gênesis 12:6-7 Atravessou Abrão a terra até Siquém, até ao carvalho de Moré. Nesse tempo os cananeus habitavam essa terra. Apareceu o SENHOR a

Abrão e lhe disse: Darei à tua descendência esta terra. Ali edificou Abrão um altar ao SENHOR, que lhe aparecera.


Gênesis 13:14-17 Disse o SENHOR a Abrão, depois que Ló se separou dele: Ergue os olhos e olha desde onde estás para o norte, para o sul, para o   oriente e para o ocidente; porque toda essa terra que vês, eu ta darei, a ti e à tua descendência, para sempre. Farei a tua descendência como o pó da   terra; de maneira que, se alguém puder contar o pó da terra, então se contará também a tua descendência. Levanta-te, percorre essa terra no seu   comprimento e na sua largura; porque eu ta darei. (leia também 15:1-21; 17:1-14)


Podemos numerar as promessas da seguinte forma:


1.   De Abraão sairia uma grande nação.  

2.   Ele seria abençoado; 

3.   Seu nome seria engrandecido; 

4.   Ele mesmo seria uma grande bênção; 

5.   Deus promete abençoar os que o abençoassem e amaldiçoar os que o amaldiçoassem; 

6.   Através dele e de sua descendência todas as nações seriam abençoadas; 

7.   Canaã seria de sua descendência; 

8.   A possessão da terra seria eterna; 

9.   Seria o patriarca de vários reis; 

10. A aliança permaneceria perpetuamente em sua descendência.  


 Qualquer aliança feita por Deus com os homens pode ter ou não uma condição, ou seja, se a pessoa ou o povo tiver que fazer algo para que o pacto venha   a ser cumprido é uma aliança condicional, se for ao contrário é uma aliança incondicional.


A aliança de Deus com Abraão tem uma condição inicial que é “Sai da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai e vai para a terra que te mostrarei”.

Ao cumprir esta parte todo o restante era de caráter incondicional, Deus iria cumprir. Eugene H. Merril ao comentar sobre o caráter da aliança diz:


A divina promessa da terra e as outras bênçãos (Gn 12:1-3; 15:18-21; 17:1-8) estão registradas numa forma de aliança tecnicamente conhecida nos   estudos do antigo oriente Médio como sendo um “concerto da graça”. É uma iniciativa que parte daquele que concede o favor, e quase sempre sem   que para isso exista quaisquer pré-requisito ou qualificação.


No Novo Testamento vemos claramente a imutabilidade da aliança Abraâmica em Hebreus 6:13-17


Pois, quando Deus fez a promessa a Abraão, visto que não tinha ninguém superior por quem jurar, jurou por si mesmo, dizendo: Certamente, te   abençoarei e te multiplicarei. E assim, depois de esperar com paciência, obteve Abraão a promessa. Pois os homens juram pelo que lhes é superior, e o   juramento, servindo de garantia, para eles, é o fim de toda contenda. Por isso, Deus, quando quis mostrar mais firmemente aos herdeiros da promessa   a imutabilidade do seu propósito, se interpôs com juramento,(...)


As promessas a Abraão eram definitivas, pois dele surgiria uma grande nação, e para sua posteridade seria dada a terra de Canaã como posse eterna; seu   nome seria grande e quem ele abençoasse seria abençoado, se amaldiçoasse seria amaldiçoado; através dele todas as nações seriam abençoadas e a   aliança que Deus estabelecia com ele seria eterna. As promessas da aliança têm caráter literal e não figurado, se Deus o prometeu iria cumprir cabalmente   todas elas. É notório que as promessas não foram, ainda, realizadas em sua totalidade já que Israel nunca possuiu a terra de maneira definitiva, o reinado   literal ainda não existe, porém, como veremos adiante, estas promessas encontrarão cumprimento no milênio.


Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA

Reações:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...