Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

18 de janeiro de 2015

Escatologia - Teologia 17.97 - A Estrutura da Grande Tribulação

Escatologia - Teologia 17.97


 9.5-  A ESTRUTURA DA GRANDE TRIBULAÇÃO

Já sabemos que a grande tribulação é a septuagésima semana de Daniel, e que este período é de sete anos. O que veremos agora é quanto à sua   estrutura, ou seja, como será seu desenrolar quanto ao tempo. Observe o gráfico abaixo, e em seguida serão dadas a s devidas explicações.

Com o estabelecimento do acordo de paz entre o anticristo e Israel, inicia-se a grande tribulação. A igreja já foi arrebatada, restando na terra os gentios   e os Judeus. No meio da semana, segundo Daniel, o anticristo “fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares; e sobre a asa das abominações virá o assolador,   e isso até à consumação”, este fato fará com que, a partir da metade da semana, ou seja, após os primeiros três anos e meio, se dê inicio ao período descrito   em Daniel 7:25 “E proferirá palavras contra o Altíssimo, e destruirá os santos do Altíssimo, e cuidará em mudar os tempos e a lei; e eles serão entregues nas
suas mãos por um tempo, e tempos, e metade de um tempo”. Este mesmo período é mencionado em Ap 11:2 e 13:5 como 42 meses; também aparece como   1260 dias em Ap 11:3 e 12:6, todos tratam do mesmo espaço de tempo como também do mesmo período. Em Daniel observamos que ele apresenta os três   anos e meio finais da grande tribulação como: um tempo (um ano), e tempos (dois anos), e metade de um tempo (meio ano).1260 dias, correspondem a 42   meses de 30 dias cada.

Após os sete anos de grande tribulação, Jesus retornará novamente para julgar os inimigos de Israel, inclusive satanás, o anticristo e o falso profeta.

Concluímos então, que o período tribulacional durará sete anos, porém tendo duas fazes, a primeira está em torno de uma falsa paz determinada através de   um acordo entre o anticristo e Israel; com o rompimento deste, desencadeia-se um ataque violento contra Israel e todos moradores da terra, que termina   com a volta gloriosa de Jesus Cristo. O fato de o período tribulacional ter duas fazes, não dá margem para que se ensine que somente os últimos três anos   meio sejam a grande tribulação, se assim fosse, não existiria a septuagésima semana, mas sim, meia semana de Daniel.

Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA

Reações:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...