Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

28 de abril de 2017

Grego - Teologia 26.38 - Ou para modificá-las - Com øanta ;: antikaqisthmi ( opor-se, resistir );

Grego - Teologia 26.38

Ou para modificá-las:

Com  øanta ;: antikaqisthmi ( opor-se, resistir );    



DICA DE LÍNGUA PORTUGUESA:


O Objeto Direto é o termo que, sem preposição antes, complementa o sentido de um verbo.  Quando a frase é colocada na voz passiva o Objeto Direto se transforma no Sujeito da oração. Ex.:
                 a) Ele comprou um carro( Voz Ativa )
                       Objeto Direto
  Um carro foi comprado por ele.  ( Voz Passiva )
                         Sujeito

b) Os rapazes a procuravam.  ( Voz Ativa )
                                        O.D.
  Ela era procurada pelos rapazes. ( Voz Passiva )
                      Sujeito

c) Ele não me viu na praia.  ( Voz Ativa )
                 O.D.
    Eu não fui visto por ele na praia.  ( Voz Passiva )
  Sujeito

d) Quem fez isso( Voz Ativa )
                     Ob. Direto
     Isso foi feito por quem? ( Voz Passiva )
  Sujeito

e) Eles entregarão o relatório ao chefe. ( Voz Ativa )
                                     Objeto Direto
    O relatório será entregue ao chefe por eles. ( Voz Passiva )
       Sujeito

O Objeto Direto preposicionais aquele que aparece com a preposição A, confundindo-se muito com o Objeto Indireto, é muito fácil de ser detectado, pois a preposição poderá ser dispensada sem nenhum prejuízo para o sentido da frase, conforme podemos notar nos exemplos que se Segue:

a)                             Venceu ao mal o bem.
                                  O.D.
Observe que a frase não precisaria da preposição a; no entanto para se evitar uma ambigüidade a preposição foi inserida.

b)                             Não o vi nem ele, a mim.
                                    O.D.
 Neste caso a necessidade do uso da preposição ocorreu por causa o pronome oblíquo tônico, escrita de outra forma a frase seria:  “Não o vi nem ele me viu”.

c)  Amai-vos uns aos outros. 
                                      O.D.
A expressão “um ao outro” precisou da preposição a por causa da reciprocidade.

d)                             É inteligente a jovem a quem amas.
                                                            O.D.
e)                             Aprovamos  a ambos.
                                               O.D.
Nestas duas frases a preposição a foi usada com o pronome relativo quem e o numeral ambos.

f)                              Devemos obedecer a Deus.
                                                          O.D.
g)                             Admira-se ao presidente.
                                            O.D.

Com seres racionais ( pessoas, seres personalizados e nomes próprios ), como nas duas frases acima, sempre ocorrerá o Objeto Direto preposicionais.  A frase acima poderia ser escrita da seguinte forma “Devemos obedecer o Deus”.  A preposição a portanto estaria substituindo o artigo o.

h)                             Ele me viu e ao estudante.
                                                 O.D.
Neste caso o substantivo estudante recebe o a por causa da coordenação que existe entre ele e o pronome oblíquo átono me.  Mas nota-se claramente que artigo o tem a total primazia, como ocorre em todas essas construções de Objetos Diretos prepocionados.


i)                               Não entendo a Vossa Excelência.
                                                   Ob. Direto
Nesta situação temos a necessidade do uso da preposição no Objeto Direto por causa do pronome de tratamento, o mesmo aconteceria se estivesse presente um pronome interrogativo ou indefinido ou ainda relativo, veja nestes outros exemplos:

J)                               A quem buscas?
                          O.D.
L)                    Eles louvam a quem?
                                          O.D.

O artigo geralmente acompanha o Objeto Direto, é interessante quando observamos isso numa frase em que existe o mesmo artigo para o sujeito e o Objeto Direto, afim que possamos constatar a precisão da língua grega :

                                          Porque  o  Pai ama o Filho ( Jo 5:20a )

Esta frase bíblica possui dois artigos definidos masculino, mas os mesmos não possuem a mesma função gramatical, enquanto o primeiro tem a função de Sujeito com a palavra Pai, o segundo possui a de Objeto Direto com o vocábulo Filho.   Se por acaso tirássemos a frase da ordem direta portuguesa a frase ficaria sem o menor sentido.  Veja:

                                       Filho o porque ama Pai o.

Nisto chegamos a conclusão de que o entendimento ou a compreensão de uma frase da língua portuguesa depende completamente da forma ordenada como foi escrita.  Todavia, este problema não existe na língua grega.  Vejamos então a mesma frase em grego:

                               |o ga:r path"r filei} to"n u|io:n.
            O   pois         Pai           ama         o          Filho                                                                           
Observe que o as funções sintáticas das palavras são visivelmente percebidas na frase grega porque estão regidas pelos casos Nominativo e Acusativo.  O artigo da palavra “Pai” está no Nominativo indicando se tratar do Sujeito da oração, enquanto o artigo da palavra “Filho” está no Acusativo que é o caso do Objeto Direto.  Observe ainda que a palavra Filho está flexionada conforme o Artigo que se encontra no caso Acusativo, o que se constata pela mesma terminação: to"n u|io:n .  Desta forma as palavras poderiam está qualquer ordem ou posição na oração, como no caso abaixo, que não representaria nenhum problema nas suas funções sintáticas nem na  devida compreensão da frase:

                            to"n path"r |o u|io:n ga:r filei}.
           o     Pai         o    Filho       pois       ama.

Nesta  nova frase formada da primeira a palavra “Filho” ainda está relacionada ao artigo no caso acusativo, apesar de estarem separados ainda possuem a mesma terminação, devendo ser entendida como Objeto Direto da oração.  Está é a grande vantagem da língua grega.
    

Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA
.



Reações:

0 Comentários :

Postar um comentário

Deus abençoe seu Comentario

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...