Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

27 de abril de 2017

História Da Igreja - Teologia 30.02 - Império Romano (27 a.C. a 476 d.C.)

História Da Igreja - Teologia 30.02

 
IMPÉRIO ROMANO
(27 a.C. a 476 d.C.)

Depois de um século de lutas civis, o mundo romano estava desejoso de paz. Octavius Augustus se encontrou na situação daquele que detém o poder absoluto num imenso império com suas províncias pacificadas e em cuja capital a aristocracia se encontrava exausta e debilitada. O Senado não estava em condições de opor‐se aos desejos do general, detentor do poder militar. A habilidade de Augustus ‐ nome adotado por Octavius em 27 a.C. ‐ consistiu em conciliar a tradição República de Roma com a de monarquia divinizada dos povos orientais do império. Conhecedor do ódio ancestral dos romanos à instituição monárquica, assumiu o título de imperador, por meio do qual adquiriu o Imperium, poder moral que em Roma se atribuía não ao rei, mas ao general vitorioso. Sob a aparência de um retorno ao passado, Augustus orientou as instituições do estado romano em sentido oposto ao republicano. A burocracia se multiplicou, de forma que os senadores se tornaram insuficientes para garantir o desempenho de todos os cargos de responsabilidade. Isso facilitou o ingresso da classe dos cavaleiros na alta administração do império. Os novos administradores deviam tudo ao imperador e contribuíam para fortalecer seu poder. Pouco a pouco, o Senado ‐ até então domínio exclusivo das antigas e grandes famílias romanas ‐ passou a admitir italianos e, mais tarde, representantes de todas as províncias. A cidadania romana ampliou‐se lentamente e somente em 212 d.C. o imperador Marcus Aurelius Antoninus, dito Caracalla, reconheceu todos os súditos do império. O longo período durante o qual Augustus foi senhor dos destinos de Roma, entre 27 a.C. e 14 d.C., caracterizou‐se pela paz interna (Pax Romana), pela consolidação das instituições imperiais e pelo desenvolvimento econômico. As fronteiras européias foram fixadas no Reno e no Danúbio, completou‐se a dominação das regiões montanhosas dos Alpes e da Península Ibérica e empreendeu‐se a conquista da Mauritânia.


Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA
.



Reações:

0 Comentários :

Postar um comentário

Deus abençoe seu Comentario

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...