Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

3 de maio de 2017

Hermenêutica - Teologia 29.38 - Exegese Patrística

Hermenêutica - Teologia 29.38
 
EXEGESE PATRÍSTICA

O alegorismo predominou desde o 2o século, até à Idade média, foi o método que mais durou na história cristã.

Os escritores bíblicos queriam mostrar que Jesus era o Messias. Então os judeus começaram a interpretar o Antigo testamento de Maneira errada, usando o alegorismo para provar que Jesus não era o Messias.

 Na ansiedade de mostrar que o Antigo Testamento é um documento cristão e que Jesus não era o Messias, caíram no erro de alegorizar os textos bíblicos.

Clemente de Alexandria

Alexandria - Berço do alegorismo grego.

Nessa cidade um personagem chamado Panteno fundou a Escola Catequética de Alexandria.

Clemente - foi o substituto de Panteno, foi o segundo professor da escola.

Clemente foi o primeiro cristão a suar vastamente o alegorismo para interpretar o texto bíblico. Ele era versado na filosofia grega.

Era também de origem pagã.

Para ele, cada texto bíblico tem cinco sentidos: HISTÓRICO, DOUTRINAL, PROFÉTICO, FILOSÓFICO e MÍSTICO (alegórico).

Orígenes

Foi sucessor de Clemente

Foi um gigante intelectual. Publicou obras apologéticas.

Cria ser a Escritura uma vasta alegoria na qual cada detalhe é simbólico.

Acreditava que o homem constitui de 3 partes:

Corpo - sentido literal

Alma - sentido moral

Espírito - sentido alegórico ou místico.

Assim também as Escrituras constituem de três partes.

Produziu a “Hexapla - Hebraico, Grego, Áquila, LXX, Símaco, Teodócio”, a maior obra respectiva à Bíblia produzida até hoje. Tinha 12 mil páginas. Levou trinta anos para ficar pronta.

Agostinho

Escreveu o livro “Cidade de Deus”

Escreveu também o livro “A Doutrina Cristã”

Tinha 12 regras básicas para interpretar as Escrituras.

Na prática, acabou renunciando seus princípios e inclinou-se para uma alegorização excessiva.

Cria que Escritura tinha um sentido quádruplo:

HISTÓRICO, ETIMOLÓGICO, ANALÓGICO, ALEGÓRICO.

Foi um homem mui piedoso, mas que causou uma das maiores desgraças do cristianismo: a criação da “Santa Inquisição”.

Forçava os “hereges” a aceitarem as idéias da igreja.

Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA
.



Reações:

0 Comentários :

Postar um comentário

Deus abençoe seu Comentario

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...