Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

9 de maio de 2018

História De Israel – Teologia 31.147 (Livro 12 Cap 17) O REI DEMÉTRIO, A PEDIDO DE ALCIM, MANDA NICANOR COM UM GRANDE EXÉRCITO CONTRA JUDAS MACABEU, A QUEM PROCURA SURPREENDER. TRAVAM UMA BATALHA, E NICANOR É MORTO. MORTE DE ALCIM POR UM TERRÍVEL CASTIGO DE DEUS. JUDAS É CONSTITUÍDO SUMO SACERDOTE EM SEU LUGAR E FAZ ALIANÇA COM OS ROMANOS.

História De Israel – Teologia 31.147

 
CAPÍTULO 17

O REI DEMÉTRIO, A PEDIDO DE ALCIM, MANDA NICANOR COM UM
GRANDE EXÉRCITO CONTRA JUDAS MACABEU, A QUEM PROCURA
SURPREENDER. TRAVAM UMA BATALHA, E NICANOR É MORTO. MORTE DE
ALCIM POR UM TERRÍVEL CASTIGO DE DEUS. JUDAS É CONSTITUÍDO SUMO
SACERDOTE EM SEU LUGAR E FAZ ALIANÇA COM OS ROMANOS.

489.  1 Macabeus 7. Ante essas queixas de Alcim, o rei Demétrio julgou conveniente, para a segurança do reino, não permitir que Judas Macabeu se fortificasse ainda mais, e enviou contra ele um grande exército, sob o comando de Nicanor, que com ele havia escapado de Roma e desfrutava grande prestígio perante o rei. Esse general partiu com ordem de não poupar um só dos judeus.
Quando chegou a Jerusalém, no entanto, não julgou conveniente revelar a Judas o propósito de sua vinda. Resolveu agir pela astúcia e mandou-lhe dizer que não compreendia por que razão ele queria entregar-se aos perigos de uma guerra e que estava disposto a afirmar-lhe com juramento que nada devia temer, pois viera com os seus amigos apenas para lhe manifestar as intenções do rei, muito favoráveis à sua nação. Judas e seus irmãos deixaram-se persuadir por estas palavras. O juramento foi feito de parte a parte, e eles o receberam com o seu exército. Nicanor saudou Judas e, enquanto ainda falavam, fez sinal aos seus para que o aprisionassem. Judas, porém, percebeu-o e escapou. Assim foi descoberta a traição de Nicanor, e Judas só pensava agora em se preparar para a guerra. O combate travou-se perto da aldeia de Cafarsalama, onde judas levou a pior e foi obrigado a se retirar para Jerusalém.
490. Um dia, quando Nicanor descia da fortaleza e vinha para o Templo, alguns sacerdotes e anciãos foram à sua presença, com algumas vítimas que diziam desejar oferecer pela prosperidade do rei Demétrio. Mas ele, em vez de recebê-las favoravelmente, proferiu blasfêmias contra Deus e ameaçou destruir o Templo se não lhe entregassem Jerusalém. Assim, no temor de que se viram possuídos, tudo o que puderam fazer foi rogar a Deus, com lágrimas, que os protegesse. Nicanor foi acampar em Bete-Horom, onde recebeu, da Síria, um novo esforço. Judas acampou a trinta estádios dele, num lugar de nome Adasa, com mil homens somente. Exortou-os a não se assustarem com o número dos inimigos nem com outras aparentes vantagens que eles desfrutavam nos requisitos para a luta, mas que se lembrassem de que eram judeus e da causa pela qual combatiam, pois isso seria suficiente para livrá-los de todo o temor.
O combate logo iniciou, com grande entusiasmo de parte a parte. Vários inimigos foram mortos, e Nicanor também morreu, depois de fazer tudo o que é próprio de um grande general. Com a sua morte, as tropas perderam a coragem, abandonaram as armas e fugiram. Judas perseguiu-os com tenacidade, matou a todos os que apanhou e comunicou a todas as terras da vizinhança, pelo som de trombetas, que Deus lhe concedera a vitória. Os judeus, avisados por esse sinal, saíram imediatamente com armas, cortaram o caminho dos fugitivos e os atacaram. Não escapou um sequer dos nove mil homens que formavam aquele exército. Essa vitória deu-se no dia treze do mês de adar, que os macedônios chamam distro. E nós celebramos essa festa todos os anos, a partir dessa data. Nossa nação desfrutou, em seguida, paz e descanso durante algum tempo e pôde saborear os frutos da paz até enfrentar novamente outros perigos e novos combates.
491. Alcim, sumo sacerdote, queria mandar demolir os antigos muros do santuário, construídos pelos santos profetas, mas Deus o castigou imediatamente com uma doença tão cruel que ele caiu por terra e morreu, depois de sofrer durante vários dias dores contínuas e insuportáveis. Ele exerceu esse cargo durante quatro anos, e o povo, por um consentimento unânime, escolheu Judas Macabeu para sucedê-lo.
492.  O novo sumo sacerdote, constatando que o poder dos romanos era tão grande que eles haviam submetido os gaiatas, os espanhóis e os cartagineses, subjugado a Grécia e vencido os reis Perseu, Filipe e Antíoco, o Grande, resolveu fazer amizade com eles e enviou a Roma, para esse fim, dois de seus amigos: Eupotemo, filho de João, e Jasão, filho de Eleazar, com o fim de rogar aos romanos que os recebessem em aliança e em amizade, e escrevessem ao rei Demétrio que os deixasse em paz.
O senado os recebeu muito favoravelmente, concedeu-lhes o que pediam e mandou exarar o pedido como decreto, em tábuas de cobre, que foram colocadas no Capitólio. Deram-lhes uma cópia, cujas palavras eram estas: "Nenhum dos que estão sujeitos aos romanos fará guerra aos judeus, tampouco auxiliará os seus inimigos com trigo, navios ou dinheiro. Os romanos ajudarão os judeus com todas as suas posses contra os que os atacarem, e os judeus auxiliarão os romanos do mesmo modo, se estes forem atacados. Se os judeus quiserem acrescentar ou diminuir alguma coisa a esta aliança que contraem com os romanos, não o poderão fazer sem o consentimento de todo o povo romano, que deverá ratificá-lo". Essa cópia foi escrita por Eupotemo e por Jasão, sendo então Judas o sumo sacerdote, e Simão, seu irmão, o general de todo o exército. Esse tratado foi o primeiro que os judeus fizeram com os romanos.


Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA
.


Reações:

0 Comentários :

Postar um comentário

Deus abençoe seu Comentario

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...