Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

16 de maio de 2018

História De Israel – Teologia 31.161 (Livro 13 Cap 12) TRÍFON MATA ANTIOCO, FILHO DE ALEXANDRE BALAS, E É RECONHECIDO COMO REI. SEUS VÍCIOS TORNAM-NO TÃO ODIOSO AOS SOLDADOS QUE ELES SE OFERECEM A CLEÓPATRA, VIÚVA DE DEMÉTRIO. ELA DESPOSA E FAZ COROAR REI ANTIOCO SÓTER, IRMÃO DE DEMÉTRIO. TRÍFON É VENCIDO POR ESTE E FOGE PARA ADORA E DE LÁ A APAMÉIA, ONDE ÉPRESO E MORTO. ANTIOCO CONCEBE UMA GRANDE AMIZADE POR SIMÃO, SUMO SACERDOTE.

História De Israel – Teologia 31.161

 
CAPÍTULO 12

TRÍFON MATA ANTIOCO, FILHO DE ALEXANDRE BALAS, E É RECONHECIDO COMO REI. SEUS VÍCIOS TORNAM-NO TÃO ODIOSO AOS SOLDADOS QUE ELES
SE OFERECEM A CLEÓPATRA, VIÚVA DE DEMÉTRIO. ELA DESPOSA E FAZ
COROAR REI ANTIOCO SÓTER, IRMÃO DE DEMÉTRIO. TRÍFON É VENCIDO POR
ESTE E FOGE PARA ADORA E DE LÁ A APAMÉIA, ONDE ÉPRESO E MORTO.
ANTIOCO CONCEBE UMA GRANDE AMIZADE POR SIMÃO, SUMO SACERDOTE.

531. 7 Macabeus 15. Pouco tempo depois que o rei Demétrio Nicanor foi aprisionado pelos partos, Trífon, secretamente, mandou matar Antioco, filho do rei Alexandre Balas, cognominado Deus, do qual empreendia a educação havia quatro anos. Fez em seguida correr a notícia de que ele se matara, sem querer, nos exercícios de costume, e, por meio de seus amigos, pediu aos soldados que o escolhessem e o constituíssem rei, prometendo-lhes muito dinheiro e dizendo que, se Antioco, irmão de Demétrio, viesse a reinar, ele os castigaria severamente, por causa da revolta.
Essas esperanças e razões persuadiram-nos, e assim, reconheceram-no como rei. Quando ele se viu elevado a essa suprema dignidade, todavia, não se preocupou mais em dissimular as suas más inclinações, as quais ele procurara tanto esconder enquanto simples cidadão, a fim de conquistar as boas graças de todos. Mostrou que era realmente o que o seu nome significava, isto é, "voluptuoso" e dado a toda sorte de vícios. Essa mudança de proceder não foi pouco vantajosa a seus inimigos, pois os seus soldados sentiram tanto ódio contra ele que o abandonaram e foram se oferecer à rainha Cleópatra, viúva de Demétrio, que se havia retirado a Selêucia com os filhos.
Quando a princesa se viu fortalecida com essas tropas, mandou chamar Antioco, cognominado Sóter, isto é, "religioso", irmão de Demétrio, o qual, com medo de Trífon, andava errante de cidade em cidade. Propôs desposá-lo e pôr-lhe a coroa sobre a cabeça. Diz-se que ela foi levada a isso por conselho de amigos e também pelo temor de que os habitantes de Selêucia abrissem as portas a Trífon. Antioco veio imediatamente encontrá-la. O número de suas tropas crescia cada vez mais, e assim ele marchou contra Trífon, combateu-o, venceu-o e o obrigou a abandonar a Síria. Ele fugiu para Adora, que é uma praça da Fenícia, muito fortificada. Antioco lá o sitiou, enquanto mandava convidar Simão, sumo sacerdote, para fazerem uma aliança. Ele aceitou de muito boa vontade e o ajudou com víveres e dinheiro a continuar o cerco. Antíoco ficou tão grato que o considerou durante algum tempo um de seus maiores amigos. Trífon fugiu de Adora para Apaméia, onde foi aprisionado e morto, após reinar três anos.


Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA
.


Reações:

0 Comentários :

Postar um comentário

Deus abençoe seu Comentario

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...