Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

11 de junho de 2018

História Do Cristianismo - Teologia 32.99 - ROMA AMEAÇADA PELOS LOMBARDOS

História Do Cristianismo - Teologia 32.99



ROMA AMEAÇADA PELOS LOMBARDOS

Mas a atividade dos iconoclastas não foi a única coisa que perturbou a igreja de Roma, durante este século. Ha­via inimigos de outra espécie e mais perto dos muros de Roma que lhe causaram muitas contrariedades e muita ansiedade. Estes inimigos eram os lombardos, que tinham aproveitado os últimos distúrbios para tomar posse do ter­ritório do exarca de Revena, e ameaçavam agora a própria Roma.
Nesta dificuldade, o papa apelou para Pepino, rei dos francos, que devia bastantes favores à Sé papal. Exercera ele anteriormente o cargo de mordomo-mor do palácio de Childerico III, rei de França, o último monarca da linha merivingiana, e, na verdade, governou o reino em lugar de­le. Achando porém que as responsabilidades do governo, sem a compensação do título de rei, eram desagradáveis e aborrecidas, mas receando usurpar o trono sem a sanção de uma autoridade superior, apelou para o papa. O papa era então Zacarias, e o pesado e delicado encargo das nego­ciações entre as duas partes coube a Bonifácio, que estava nessa ocasião na corte dos francos, e que se achava ansioso por servir o poderoso Pepino, e também não menos ansioso por servir o papa, cujos interesses temporais ele bem com­preendeu aumentariam grandemente se sancionasse aque­le ato criminoso.
Zacarias, que tinha sido previamente avisado por Boni­fácio do que se esperava dele, foi então visitado por embai­xadores da corte de Pepino, que lhe perguntaram se a lei divina não permitia a um povo valente e guerreiro destro­nar um monarca pusilâmine, indolente e incapaz de de­sempenhar qualquer das funções da realeza, e o substituir por outro mais digno de governar, e que já tinha prestado importantes serviços ao estado.
A esta ingênua pergunta, Zacarias, que não desejava comprometer-se muito, deu a seguinte resposta, que, ape­sar de ambígua, era suficiente: "Quem legalmente tem o poder real também pode legalmente assumir o,título real."
Era isso apenas o que Pepino esperava, e agora o cami­nho que tinha a seguir estava claro. Childerico foi encerra­do em um mosteiro, e o usurpador foi ungido rei por Boni­fácio. Foi coroado com grande pompa em Soissons, no ano 752.

Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA
.



Reações:

0 Comentários :

Postar um comentário

Deus abençoe seu Comentario

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...