Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

27 de agosto de 2013

Didática - Teologia 11.49 - Trabalho em Grupos

Didática - Teologia 11.49


4.10. Trabalho em Grupos

4.10.1. Descrição

O procedimento de ensino conhecido por trabalho em grupos é muito utilizado, desde a Educação infantil e séries iniciais do ensino fundamental até nos cursos de pós-graduação, tanto no ensino presencial como no virtual. E isso porque, de certa maneira, essa modalidade de trabalho em Educação recupera a forma habitual de trabalho na vida, no cotidiano, no ambiente doméstico e na atuação profissional, e constitui excelente oportunidade de troca e cooperação entre indivíduos com idades, objetivos e interesses semelhantes. 

São inúmeras as modalidades de trabalho em grupo. Entre elas, algumas já foram descritas neste texto. No entanto, independentemente da modalidade utilizada, vale considerar os objetivos de ensino que orientam a atividade educativa. Há formas de trabalho em grupo que podem ser desenvolvidas em curtos intervalos de tempo, como os pequenos grupos que realizam uma mesma tarefa (por exemplo: apresentação, formular perguntas ou responder a uma mesma pergunta) ou pequenos grupos com tarefas diferentes (por exemplo: responder a perguntas diferentes, sintetizar parágrafos diferentes de um mesmo texto); grupos de cochicho, que resolvem uma questão em pouco tempo, trocando idéias. 

Essas atividades podem ser complementadas pela discussão geral ou pelo debate, pela realização de painéis ou grupos de observação e grupos de verbalização (GO-GV), no grupo-classe. Novamente trabalho em grupo, porém com a participação de todos os alunos. Nessa fase, a coordenação do professor ou de um aluno indicado para a tarefa será necessária, no sentido de garantir a oportunidade de contribuição para todos.

Outras formas de trabalho em grupo, como o ensino com pesquisa, ensino por projetos, estudo do meio, requerem um tempo maior para sua execução; no entanto, permitem alcançar maior número de objetivos de ensino e desenvolver variadas habilidades.

Na EaD, o trabalho em grupo é um procedimento de ensino bastante utilizado porque permite estabelecer interação efetiva no processo de produção conjunta de novos conhecimentos entre os alunos, no subgrupo e no grupo-classe, apesar da distância física, no tempo e no espaço. Os grupos são formados e trabalham com troca de e-mail ou na lista de discussão. Em alguns casos, pode haver uma ferramenta especifica do ambiente virtual, denominada Fórum, para a realização dos
trabalhos em grupos.

4.10.2. Objetivos de ensino

Trabalhar em grupos, no processo de construção de conhecimentos, pode propiciar a alunos e professores a oportunidade de:

a) Procurar solução ou resolver questões em conjunto com outros alunos.

b) Discutir e debater, trocar idéias e opiniões, contribuindo para a realização da tarefa, de maneira integrada.

c) Praticar a cooperação entre alunos, com facilidades e dificuldades semelhantes ou
equivalentes.

d) Tornar mais direta e rápida a comunicação entre iguais, proporcionando um ambiente de estudo e trabalho descontraído e criativo.

e) Desenvolver a habilidade de trabalhar com os colegas, aprendendo e ensinando e, ao mesmo tempo, participando.

f) Respeitar e observar o respeito a cada componente do grupo, em suas contribuições.

g) Valorizar o trabalho em equipe no ambiente escolar e no espaço profissional.

O trabalho em grupos, pela proximidade e participação ativa dos alunos, independentemente da dinâmica e da combinação de procedimentos adotada, proporciona situações de aprendizagem nas quais podem ser atingidos objetivos conceituais (investigação, produção de novos conhecimentos), procedimentais (comunicação oral e escrita, discussão) e atitudinais (respeito, cooperação, solidariedade).

4.10.3. Atribuições do professor

 A primeira e mais importante atribuição do professor ao propor e realizar trabalhos em grupo é orientar os alunos, com clareza, a respeito da atividade que devem realizar. Desse modo, será necessário:

a) Definir os objetivos de ensino a serem atingidos.

b) Selecionar a modalidade de trabalho em. grupo a ser utilizada e conhecê-la em detalhe.

c) Formar os grupos de alunos ou pedir que se formem aqueles já habituais, lembrando que o "grupo ideal" deve ter em torno de cinco componentes. Se o professor considerar necessário formar novos grupos para a atividade que pretende realizar, deve informar esse fato aos alunos e assumir a orientação do processo. Ele pode numerar os alunos, de acordo com o número de grupos que pretende ter em sala e então reuni-los conforme o número atribuído (exemplo; todos os alunos que receberam o número um formam o grupo um, e assim por diante).

d) Comunicar detalhadamente a tarefa a ser realizada pelo grupo; objetivos a serem alcançados, forma de trabalho, produto esperado e tempo de duração da atividade.

e) Orientar a distribuição de funções entre os componentes do grupo, de modo que, no mínimo, um deles observe o prazo de realização, outro faça anotações e um terceiro coordene as atividades.

f) Acompanhar a execução da atividade, aproximando-se dos grupos e participando, se necessário, das discussões que realizam, esclarecendo e reorientando. A proximidade do professor, reafirmando com sua presença os objetivos do trabalho, auxilia o aluno na prática do respeito ao colega e à tarefa a ser realizada.

g) Observar o andamento dos trabalhos, verificando se as conclusões estão sendo anotadas por, pelo menos, um dos componentes do grupo.

h) Observar a participação, as atitudes e as habilidades de cada integrante dos grupos. O professor pode realizar pequenas anotações sobre essas contribuições, a fim de compor seus registros de avaliação contínua.

i) Cuidar para que todos os grupos encerrem a atividade recebendo relatórios ou anotações. Esse material deve ser submetido à apreciação do professor antes da atividade de apresentação à classe e, se necessário, deve ser modificado pelo grupo, sob a orientação do professor.

j) Programar atividade de apresentação, seguida ou não de debate, das conclusões formuladas em cada grupo.

4.10.4. Papel do aluno

Considerando as atribuições do professor, parece que não resta muito ao aluno. Isso não é verdade.

a) Informar-se amplamente sobre os objetivos a serem atingidos, a natureza da atividade a ser realizada, os produtos esperados e o tempo disponível.

b) Cooperar na formação do grupo e na definição de papéis e responsabilidades.

c) Formular idéias e opiniões com clareza e objetividade, sem monopolizar a atenção ou dispersar o interesse dos colegas, com assuntos paralelos.

d) Ouvir atentamente as opiniões e os comentários dos colegas, integrando-os ao registro dos trabalhos do grupo.

e) Discordar e discutir sem desrespeitar os colegas, argumentando e contra-argumentando com o objetivo de garantir a clareza das idéias em debate.

f) Respeitar as opiniões divergentes e acatar a decisão que representar a opinião da maioria dos componentes do grupo.

g) Cumprir suas responsabilidades, conforme determinado pelo grupo na divisão de tarefas.

h) Criticar e aceitar ser criticado, no sentido de melhorar o desempenho de cada aluno e do grupo.

i) Participar ativa e dedicadamente na apresentação das conclusões do grupo à classe, contribuindo sempre que necessário.

j) Assistir às apresentações dos outros grupos com atenção, incorporando novos
conhecimentos àqueles já elaborados.

k) Registrar, sempre que possível, as conclusões a que o trabalho permitiu chegar, sejam individuais, do subgrupo ou do grupo-classe.

Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA

Reações:

0 Comentários :

Postar um comentário

Deus abençoe seu Comentario

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...