Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

27 de agosto de 2013

Didática - Teologia 11.50 - Aula Expositiva

Didática - Teologia 11.50

4.11. Aula Expositiva

4.11.1. Descrição

A aula expositiva é um dos procedimentos de ensino mais conhecidos e utilizados e, de certo modo, dispensa descrição. Em geral, baseia-se na apresentação oral de um tema, pelo professor, e pode contar com maior ou menor participação dos alunos, dependendo da proposta e dos objetivos de ensino. Além disso, a aula expositiva pode estar apoiada em recursos de ensino, como esquemas, gráficos, sinopses, anotada no quadro-de-giz, em cartazes, em transparências, entre outros. 

Na EaD, a aula expositiva ocorre nas situações de vídeo e teleconferência, com maior freqüência. Nos dois casos, a possibilidade de interação professor-aluno é bem reduzida: na videoconferência, em virtude da assincronia, ou seja, a aula pode ter sido gravada em momento diferente daquele em que está sendo apresentada; e na teleconferência, em decorrência do elevado número de espectadores, que pode provocar eventuais dificuldades ou atrasos na comunicação, quando ocorrer por telefone, fax ou correio eletrônico (e-mail).

4.11.2. Objetivos de ensino

A aula expositiva pode ser utilizada nas situações em que o professor pretende propiciar aos alunos condições de: 

a) Compreender de forma ampla e geral um novo tema de estudo, quando são apresentadas as idéias introdutórias ao assunto, organizados esquemas e sumários. Na seqüência, outros procedimentos de ensino deverão ser empregados, de modo que promova o aprofundamento necessário ao estudo.

b) Sintetizar o assunto estudado por meio de outros procedimentos de ensino, identificando os aspectos essenciais, de maneira resumida. Nesse caso, a aula expositiva, como oportunidade de elaboração da síntese final, pode contar com a participação ativa dos alunos, que já terão produzido conhecimentos sobre o assunto.

c) Atualizar as informações disponíveis ou solicitar as explicações necessárias sobre o assunto em estudo, quando o professor esclarece aspectos cuja compreensão pareça mais difícil ou divulga informações de acesso mais restrito.

A aula expositiva oferece oportunidade para o aluno realizar aprendizagens de caráter conceitual (aquisição e atualização de informações, esclarecimento de dúvidas, elaboração de sínteses), procedimental (ouvir e perguntar, anotar, elaborar esquemas) e atitudinal (respeito e atenção).

4.11.3. Atribuições do professor

O sucesso da aula expositiva depende quase exclusivamente do professor, tanto para a sua preparação como para o desenvolvimento. 

Em relação à preparação, o professor deve:

a) Definir claramente os objetivos de ensino da aula, considerando as características e as necessidades dos alunos.

b) Planejar com cuidado a seqüência das idéias a serem apresentadas, as perguntas e os exemplos a serem utilizados.

c) Elaborar o esquema ou sumário a ser transcrito no quadro-de-giz ou equivalente.

d) Preparar outros recursos básicos, como fotos, recortes, transparências, lembrando-se de que devem conter apenas os elementos mínimos necessários para ilustrar e complementar a exposição oral.

e) Reservar os equipamentos necessários ou verificar sua presença e a forma de utilização no espaço onde será realizada a aula expositiva.

No que se refere à realização da aula expositiva, o professor deve:

a) Comunicar com clareza o tema e os objetivos de ensino da aula, relacionando-os a aulas anteriores.

b) Despertar a atenção dos alunos para o tema a ser tratado com uma questão, o relato de um fato, o comentário de uma notícia, entre outros, de modo que mobilize conhecimentos e experiências anteriores dos alunos.
c) Respeitar o ritmo da classe em relação à participação, com comentários ou questões, e em relação à possibilidade de anotar idéias e esquemas apresentados.

d) Apoiar a apresentação em recursos visuais preparados previamente e em comentários e questões formuladas pelos alunos, dirigindo-se a eles pessoalmente.

e) Utilizar linguagem não-verbal - gestos, expressão facial -, variando o tom de voz e
movimentando-se pelo espaço da sala de aula.

f) Avaliar continuamente a disposição dos alunos, levando em conta que sua participação na aula expositiva não é tão passiva quanto se pode pensar, mas requer atenção e disponibilidade para a atividade intelectual.

g) Evitar de se irritar com interrupções ou distrações dos alunos, considerando-as desrespeito ou desinteresse.

h) Controlar cuidadosamente o tempo de duração da aula, evitando ultrapassar 15 ou 20 minutos de exposição contínua. Lembre-se de que assistir a uma aula expositiva pode ser muito cansativo.

i) Ao final da apresentação, enfatizar idéias essenciais e estabelecer a sua relação com as próximas atividades a serem desenvolvidas.

4.11.4. Papel do aluno

No contexto da aula expositiva, o aluno deve se envolver ativamente no processo de construção de seu conhecimento, com base em informações que estão sendo apresentadas pelo professor, segundo suas escolhas e prioridades, e que deverão ser apropriadas pelo aluno, apoiado em suas experiências e conhecimentos anteriores. 

Para garantir a adequada utilização desse procedimento de ensino, espera-se que o aluno:

a) Dedique atenção à exposição e procure relacioná-la com outros conhecimentos ou
informações disponíveis.

b) Evite se distrair com atividades paralelas ou comentários alheios ao conteúdo da aula.

c) Busque esclarecimentos, interrompendo o professor, sempre que necessário.

d) Contribua com exemplos ou informações pertinentes e relevantes.

e) Procure anotar as idéias essenciais, sem se preocupar demasiadamente em copiar tudo o que o professor diz ou escreve.
Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA

Reações:

0 Comentários :

Postar um comentário

Deus abençoe seu Comentario

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...