Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

26 de novembro de 2017

História De Israel – Teologia 31.63 - Aflição de Samuel (Livro 6 Cap 4)

História De Israel – Teologia 31.63

CAPÍTULO 4

OS ISRAELITAS, NÃO PODENDO TOLERAR O MAU PROCEDIMENTO DOS FILHOS DE SAMUEL, INSISTEM COM ELE QUE LHES DÊ UM REI. O PEDIDO CAUSA-LHE GRANDÍSSIMA AFLIÇÃO. DEUS O CONSOLA E ORDENA-LHE QUE LHES
FAÇA A VONTADE.

222. Os israelitas, vendo subvertida a ordem tão sabiamente estabelecida por Samuel e observando os desregramentos e vícios de seus dois filhos, foram procurar o santo profeta na cidade de Rama, onde ele residia. Falaram-lhe dos enormes pecados dos filhos dele e, já que a sua velhice não lhe permitia mais governar, pediram-lhe ardentemente que lhes desse um rei para governá-los e vingar as injúrias recebidas dos filisteus. Essas palavras afligiram sensivelmente o profeta, porque ele amava extremamente a justiça. Não queria a realeza, pois estava persuadido de que a teocracia era o mais feliz de todos os governos. A tristeza levou-o mesmo a deixar de beber, de comer e de dormir. O seu espírito estava tão agitado pela infinidade de pensamentos que passava a noite toda revolvendo-se no leito.
Deus então apareceu para consolá-lo e disse-lhe: "O pedido que esse povo vos faz não vos ofende tanto quanto a mim, pois demonstra que não querem mais ter-me como rei. Não é de hoje que pensam assim, pois começaram a imaginá-lo desde que os tirei do Egito. Eles se hão de arrepender, porém muito tarde, quando o seu mal for sem remédio, e condenarão eles mesmos a sua ingratidão para comigo e para convosco. Ordeno-vos que lhes deis por rei àquele que eu vos mostrar, depois de os avisardes dos males que, por esse motivo, lhes hão de vir, declarando que é contra a vossa vontade que sois levado a fazer essa mudança que eles desejam com tanto afã".
No dia seguinte, de manhã, Samuel reuniu todo o povo e prometeu que lhes daria um rei, depois de enumerar os males que teriam de suportar: "Sabei, principalmente, que os vossos reis tomarão os vossos filhos para empregá-los em toda espécie de trabalho: uns para a guerra, como simples soldados ou como oficiais; outros em sua corte, para servi-los em todas as coisas; outros para trabalhar em diversas artes e ofícios; outros para cultivar a terra, como se fossem escravos comprados a peso de ouro. Tomarão também as vossas filhas para empregá-las em diversos trabalhos, como empregadas, as quais o medo do castigo obrigará a trabalhar. Tomarão as vossas propriedades e os vossos rebanhos para dá-los aos seus eunucos e a outros domésticos. Enfim, vós e vossos filhos estareis sujeitos não somente a um rei, mas também aos seus servidores. Então vos lembrareis da predição que hoje vos faço e, tocados pelo arrependimento de vossa falta, implorareis, na tristeza de vosso coração, o auxílio de Deus, para vos libertar de tão rude sujeição. Mas Ele não ouvirá as vossas orações e vos deixará sofrer o castigo que a vossa imprudência e ingratidão mereceram".
O povo não quis escutar os avisos do profeta, insistindo mais que nunca no seu pedido, pois, sem entrar nas considerações do futuro, só pensavam em ter um rei que combatesse à frente de seus exércitos para vingá-los dos inimigos. Como todos os seus vizinhos obedeciam a reis, nada lhes parecia mais razoável que abraçar a mesma forma de governo. Samuel, vendo-os tão obstinados em sua resolução e que tudo o que lhes dizia era inútil, mandou que se retirassem. Quando chegasse o tempo, ele os reuniria para declarar quem Deus escolheria para rei.


Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA
.


Reações:

0 Comentários :

Postar um comentário

Deus abençoe seu Comentario

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...