Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

6 de agosto de 2013

Angeologia - Teologia 02.93 - Em Relação à Obra Redentora de Cristo

Angelogia - Teologia 02.93
 
Em relação à obra redentora de Cristo

O autor da Epístola aos Hebreus (4.15) diz que Jesus foi tentado em tudo. Essa declaração parece chocar-se com a lógica da Divindade, uma vez que é impossível que Deus seja tentado ou submetido à tentação. Porém, devemos analisar essa declaração sob a ótica cristológica que destaca as duas naturezas de Cristo, a divina e a humana. Por que Jesus foi tentado pelo Diabo? John Broadus, em seu comentário de Mateus, responde a essa questão da seguinte maneira: “Ele daria, pela tentação, prova de sua verdadeira humanidade, de que possuía uma alma humana; seria parte do seu exemplo a nós; faria parte de sua disciplina pessoal; faria parte de sua preparação para ser um intercessor compassivo (Hb 2.18; 4.15); era parte da grande batalha na qual ‘a semente da mulher pisaria a cabeça da serpente’” (Gn 3.15).

Ao tentar Jesus, o diabo queria convencê-lo a desistir ou a adiar sua missão. O tentador sabia qual era a missão de Jesus, por isso, procurou criar-lhe situações embaraçosas, tentando levá-lo a empregar meios contrários ao plano divino. Jesus, contudo, não cedeu a nenhuma das insinuações satânicas. Ele não fraquejou, nem tomou atalhos para cumprir sua missão. Do mesmo modo, somos tentados a provocar a ira de Deus e a pecar contra a sua vontade soberana, mas devemos resistir firmes na fé (Tg 4.7; 1Pe 5.8,9).

É assim que Satanás opera em nossos dias. Ele procura compelir-nos a galgar lugares e posições fora de tempo, a tomar decisões precipitadas e, acima de tudo, a contrariar a vontade de Deus. Ele usou várias pessoas para tentar boicotar a obra de Cristo (Mt 2.16; Mt 16.23; Jo 8.44; Jo 13.27).





Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA
.



Reações:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...