Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

3 de novembro de 2016

Fundamentalismo - Teologia 24.33 - O Conceito Relativista De Verdade e o Credo Super-Inclusivo de Caio Fabio

Fundamentalismo - Teologia 24.33

*O CONCEITO RELATIVISTA DE VERDADE E O CREDO SUPER-INCLUSIVO DE CAIO FABIO:

Antes de prosseguir é bom analisar o que Caio Fabio intende por VERDADE. Ele diz: "EXISTE UMA HIERARQUIA DE VERDADES. Toda verdade é verdade, mas nem por toda verdade vale a pena romper outras verdades superiores" * Devemos perguntar agoira qual a hierarquia de verdade de Caio Fabio [que é o modelo dos pastores neo-evangélicos, liberais e ecumenistas atuais]? Ele mesmo responde, restringindo o Cristianismo a quatro fundamentos ou verdades declarados de modo tão geral, e ainda, deixa de especificar várias coisas para que o alcance ecumênico de suas pretensões seja o mais abrangente possível:
[1] "A primeira verdade essencial, fundamental, é que há um Deus infinito, pessoal, que subsiste em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo. E não podemos barganhar nem negociar sobre isto.
*Deixa fora e não especifica atributos de Deus que o faz distinguir-se de todas concepções de Deus criadas pelas religiões. Por exemplo. Seus atributos de onipotência, Onipresença, Onisciência, Eternidade, Vida, Transcendência e Imanência, Criação, Sustentação e Governo do universo, Soberania absoluta na criação e redenção, Predestinação e Presciência, Liberdade Absoluta, Tudo depende dEle, Ele não depende de nada e de ninguém para existir. Suas perfeições morais: Verdade, Justiça, Retidão. Sua perfeições pessoais: Comunicador perfeito que se têm ao revelado em Amor, Ira, Bondade, Severidade. Seu propósito eterno para o homem: Agradá-Lo e glorificáLo para sempre.
[2] "A segunda verdade fundamental é que somente Jesus Cristo, Deus manifesta salvação aos seres humanos, e que isso acontece pela graça de Deus, mediante a fé;
* Aqui vemos uma cristologia muito deficiente, não menciona os aspectos básicos da Encarnação [nascimento virginal], Vida sem pecado, Morte, Sepultamento, Ressurreição e Ascensão ao céu.
* Não menciona nada sobre a segundo vinda de Cristo, alias, a escatologia está totalmente ausente de deste credo minimizado.
* Deixa fora e não especifica que , além de ser credo minimizado, é reticente quanto às sua afirmações, por exemplo: diz que a salvação acontece pela graça, mas não diz que é pela graça "SOMENTE", deixa um buraco aberto, para denominações que crêem na salvação pela graça, mas não pela graça somente possam se infiltrar em seu movimento(até a igreja católica crer na salvação pela graça, só exclui o "somente").
* Não fala nada do ministério do Espírito Santo na Conversão e Santificação do Crente.
[3] "A terceira verdade fundamental consiste em que a Escritura é quem revela, é quem apresenta trilhas, é quem dá todas as indicações a respeito do caminho e dos compromissos de uma relação com Deus. Aceitar portanto, a Bíblia como Palavra de Deus é outra realidade fundamental.
* Deixa fora e não especifica que por ser Palavra de Deus é verbal e plenáriamente inspirada por Ele, por isso é inerrante, infalível, suficiente, única regra de fé e prática. [Muitas religiões e teólogos liberais dizem que a Bíblia é a Palavra de Deus, mas dão outros significado ao termo.
* O Professor Marcos Willson do Seminário Batista do Cariri, num estudo sobre "A INERRÂNCIA DAS ESCRITURAS", salientou a importância da afirmação desta doutrina quando alguém quer se identificar como "Evangélico". Ele pergunta: "E necessário que alguém afirme a doutrina de inerrância para manter está designação ? ... Assim que alguém admite erro na Bíblia, ele está abrindo a porta para uma confusão de opiniões quanto ao discernimento dos erros e verdade, está minando a autoridade absoluta dela. "
[4] " A quarta verdade fundamental nessa hierarquia é crer na Igreja como corpo de Cristo. Quando a gente diz: eu creio na Igreja, está afirmando que crê na comunhão dos santos."
*Deixa fora e não especifica o que é ser igreja e corpo de Cristo. Isto é tão geral e inespecífico, que será difícil encontrar uma igreja entre a centenas, talvez milhares que se dizem "cristãs", que não se julgue ser ou fazer parte do corpo de Cristo ou da comunhão dos santos. Mas uma vez, nada é falado sobre o destino escatológico da igreja, deixando tudo restringido a "comunhão dos santos" aqui na terra. A doutrina escatológica é literalmente deixada de fora ou evitada pelo liberais, talvez seja porque haja alguns pontos de divergências entre as igrejas, daí os liberais e ecumênicos, simplesmente, chamam estes pontos de "periféricos "[será que com periféricos querem dizer "irrelevantes" ao credo cristão?] - A Bíblia diz: "o testemunho de Jesus é o espírito da profecia"; Paulo diz: "Não desprezeis profecias" -> Porque os liberais, fogem tanto da escatologia e se prendem tanto a esse mundo? -Talvés se aplique a eles o que é dito em Filepenses 3:18-21] Ver também I Ts. 5:20; Apoc. 19:10.
*Dentro desse credo ecumênico super-geral quanto a doutrina [pois deixa muitas doutrinas importantes fora] e super-abragente quanto o inclusivismo eclesiástico, podem se encaixar todo tipo de igreja chamada "evangélica", todo tipo de pentecostal, inclusive: Valnisse Milhomes, Bispo Macedo, igreja católica carismática, e daí vai.
Outra, brecha deixada aberta para inclusão de uma monte de denominações que crêem que a Bíblia é que revela e que a Palavra de Deus, mas que não é a única regra de fé e prática. Tudo é dito de modo muito geral e pouco especifico, para que O ECUMENISMO INCLUSIVISTA SEJA ABRAGENTE E PROGRESSIVO.


Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA
.

Reações:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...