Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

4 de novembro de 2016

Fundamentalismo - Teologia 24.34 - Dialogo Teológico de Caio Fabio Com os Católicos Romanos

Fundamentalismo - Teologia 24.34

* VOLTANDO AO DIÁLOGO TEOLÓGICO DE CAIO FABIO COM OS CATÓLICOS ROMANOS, e SUA PROPOSTA DE UMA ESFORÇO ECUMÊNICO COMUM DE TODOS OS EVANGÉLICOS, SEM LEVAR EM CONTA DISTINÇÕES DOUTRINÁRIAS ELE DIZ:

"...Eu acho que a gente tem de aprender com a Igreja Católica. (Já tenho falado algumas vezes acerca disso, porque freqüentemente nos reunimos somente para falar mal da igreja católica. Seria bom que fôssemos um pouco mais honestos e nos reuníssemos para aprender algumas das estratégias usadas por ela, e que acabam sendo extremamente mais eficientes do que as nossas. ... Eu estou me referindo a esse tipo de coisa: a Igreja Batista vai fazer uma cruzada em Brasília. Mas os presbiterianos não podem ficar para trás e organizam uma; os da Assembléia outra, os Metodistas outra. Todo mundo fazendo cruzadas a um tempo só, em linhas cruzadas, e ninguém é capaz de fortalecer a iniciativo do outro" (Pg. 47,48)
* Podemos perceber que Caio Fabio, quer beber de todas as fontes, e diálogar teologicamente com todo mundo e propor um união ecumênica cuja tendência é fundir todas as denominações num super organização ecumênica, como ele mesmo propões como uma única Editora, tipo Edições Caulinas, com um único projeto missionário-evangelístico, por isto o seu credo é tão pequeno e vago. Todavia, muitos pastores e igrejas estão seguindo Caio Fabio, como a igreja católica segue o Papa. * Em Conclusão: diálogo teológico com os apóstatas, acaba em apostasia.
* O livro de Caio Fabio, "Novos ministros para uma nova realidade" em que ele propõe um mega organização ecumênica para o Brasil, foi escrito em 1987, quando tudo isto ainda era um sonho. Todavia, hoje, ele é o Presidente da AEVB [Associação dos Evangélicos do Brasil], que é uma grande organização pró ecumenismo que tem a presunção de dizer que já representa 50% do povo evangélico do Brasil. A AEVB se encaixa bem no conceito do NEO-EVANGELICALISMO, senão vejamos:

[1] Repudia o separatismo, proposto pela bíblia;

[2] Convoca ao envolvimento social-político; o que nos leva de volta ao evangeljho social modernista, que tantos danos fez a igreja e ao evangelho de Cristo no passado;

[3] Expressa determinação em comprometer-se com o diálogo teológico atual, sem importar, se o modelo é dado por um teólogo apostata ou não.

[4] Contextualização que fere, mutila e adultera termos e palavras bíblicas. Por exemplo. Neste mesmo livro Caio Fabio diz: " sabem o que é circuncisão? ... sabem o que é aio? Sabem, porventura o que significa graça?... Estou pensando até em escrever uma carta aos Romanos (logicamente não inspirada). Uma carta contemporânea, onde a circuncisão seja substituída por uma outra questão equivalente a ela hoje. Quem sabe se a nossa circuncisão é o batismo?" (Pg. 59)

[5) Caio Fabio trata desrespeitosamente de "fariseus", as igrejas e líderes fundamentalistas, que não concordam com o seu neo-evangelicalismo e ecumenismo anti-biblicos, e diz: "..o correspondente ao judaísmo esclerosado dos dias de Jesus é a Igreja Cristã instituicionalizada, pedrada, endurecida, enrijecida entre nós" (Pg.59).

* É essa igreja bem fundamentada na fé, que não arreda dos fundamentos dos apóstolos, que Caio Fabio chama de "judaísmo esclerosado". Ele não percebe que foram os fariseus que construíram o judaísmo acrescentando e modificando a Palavra de Deus, como ele e seus comparsas fazem, mutilando e mudando na BÍBLIA o que eles não acham relevantes para o tempo deles [veja citação acima]. De modo que a palavra fariseu e judaísmo se encaixa melhor nele e ao seu sistema liberal.

[7] DR. JONAS ELIAS DE OLIVEIRA [Fundamentalista militante e articulista do jornal: "O Presbiteriano Bíblico" ]. Faz uma analise do livro "Síndrome de Lúcifer" do Pr. Caio Fábio, e nos mostra algumas das fontes liberais e apostatas que servem de inspiração para o Pr. Caio Fábio. Vejamos sua análise: *[as explicações e enxertos entre colchetes são enxertos e esclarecimento do autor desta apostila]:
"...o autor [Caio Fábio] foi buscar conceito de falso profeta em Karl Bart [criador da apostata teologia Neo-ortodoxa, estudada nesta apostila]. A definição de "herege" foi bebericada na fonte de *Rubens Alves ! E aconclusão do capítulo foi magistral: "Para um herege novo, melhor que um tribunal eclesiástico ou uma reunião de exame da fé é um cafezinho numa roda de amigos...". Neste ponto o Dr; Jonas, com razão satiriza a atitude ingênua ou maquiavélica de Caio Fábio: "Um cafezinho, um pirulito, para o herege novo. Leitinho para ele, ele é apenas uma iniciante na caminhada herética! Minha velha Bíblia tem outra resposta: "Ao homem herege, depois de uma e outra admoestação, rejeita-o" (Tito 3:10); Falando da tese de Caio Fábio na Síndorme de Lúcifer diz: " ..o inusitado da tese do autor é que ele diz que, o apego demasiado a ortodoxia [ou os fundamentos da sã doutrina] leva sempre a desvios comportamentais. Tadinho do moço [Caio Fábio]. O apego a ortodoxia não leva ninguém a desvios morais. Mas a frouxidão doutrinária sempre leva a frouxidão moral."
* Rubens Alves [Teólogo liberal brasileiro, que baseou sua teologia secular apostata em Kierkegaard, Karl Marx e Emil Brunner. A teologia de Rubens Alves, chamada de teologia da Esperança, tinha por base "estar aberto a correções e reformulações de todos os tipos". Propõe que o homem age dentro da história, sendo dono de seu próprio destino... Afirma que, o homem pode realizar a história sem esperar por Deus. Numa reação ao fundamentalismo bíblico, fala de um messianismo humanista...pressupõe o homem como auto-criador numa sociedade onde os valores são relativizados e o mundo torna-se totalmente secular. Em sua obra, as Escrituras são pouco citadas, não há referência a obra de Cristo como redentora e parece que não há distinção entre o cristão e o não cristão." É de uma fonte apóstata como esta e outras como Bonhoeffer, kierkegaard, Barth, que o Sr. Caio Fábio mata sua sede de modernidade e liberalismo, e assim com seu palavreado enganoso desencaminha a igreja evangélica do Brasil.
[6] Concluimos que a AEVB e Cia. [Com seu conselho constituído de 70 líderes de várias demoninações "evangélicas" e seu presidente], embora alguns se achem, não são, de fato, fundamentalistas , portanto, não bíblicos e servem de modelo a não serem seguidos por aqueles que querem ser fiéis a sã doutrina. Eles representam o afrouxamento doutrinário, o comprometimento com a apostasia e a descaracterização dos evangélicos como guardiães da sã doutrina bíblica.


Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA
.

Reações:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...