Estamos em Manutenção # We are in Maintenance Bem Vindos a Este Espaço # Welcome to This Space

29 de outubro de 2018

História Do Cristianismo - Teologia 32.260 - NA DINAMARCA

História Do Cristianismo - Teologia 32.260



NA DINAMARCA

Na Dinamarca, também um rei - Cristiano II - estava à frente da Reforma, e apesar da oposição do partido ecle­siástico, que se tornou um sério embaraço para os seus mo­vimentos, e de os bispos terem chegado a promover a sua deposição, continuou sempre a sua boa obra enquanto es­teve no exílio, empregando o seu secretário para traduzir o Novo Testamento para a língua dinamarquesa.
Os dinamarqueses deviam muito ao ministério do in­trépido monge de Antvorscov, João Tausen, que tendo sido feito prisioneiro por pregar a justificação pela fé, conti­nuou a expor a doutrina pela janela da sua prisão. O novo rei Frederico ouvindo falar nele, deu ordem para o porem em liberdade, e pouco depois nomeou-o um dos seus cape­lães.
Na conferência de Odense, que teve lugar em 1527, o rei declarou-se publicamente a favor da Reforma; e, embora os bispos fizessem muita oposição, decretou ele que dali por diante os protestantes gozariam as mesmas regalias que os católicos. Quando Frederico morreu, os bispos fize­ram outro esforço desesperado para restabelecer o papis-mo, e conseguiram o exílio de Tausen, mas o triunfo deles não foi duradouro. O novo rei era tão favorável à Reforma como o seu antecessor; e no ano 1536 foi reunido um Conci­lio em Copenhague, que estabeleceu a religião protestante no país. Os bispos, acusados de intrigas e de outros atos de traição, foram destituídos dos seus cargos e emolumentos; e os últimos sinais do papismo que ainda existiam acaba­ram por completo na Dinamarca.



Que o Santo Espirito do Senhor, ilumine o nosso entendimento
Não perca tempo, Indique esta maravilhosa Leitura
Custo:O Leitor não paga Nada, 
Você APENAS DIVULGA
E COMPARTILHA
.



Reações:

0 Comentários :

Postar um comentário

Deus abençoe seu Comentario